Clipping

Voltar

Cancro da mama: Marcador tumoral da doença sem comparticipação estatal

30 de Outubro 2009
Lisboa, 30 Out (Lusa) - O marcador tumoral CA 15.3, considerado o mais sensível para detectar uma primeira ocorrência ou uma reincidência do cancro da mama, não faz parte das análises clínicas comparticipadas e custa actualmente 23,10 euros.A situação foi considerada "muito desagradável" por Vítor Veloso, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, segundo quem a análise é pedida "quando há uma suspeita fundamentada de carcinoma da mama ou, no caso de uma mulher que já teve a doença, para estudar a sua evolução e perceber se está controlada, se está curada ou, pelo contrário, se há uma recidiva"."Se o valor registado pelo marcador aumenta, isso é normalmente indicativo de que algo está a correr mal, do ressurgir do problema", explicou.
Por Expresso a 15 de Novembro 2015

Voltar
Apoios & Parcerias