Clipping

Voltar

Linha Cancro com mais de sete mil chamadas

10 de Junho 2010
A Linhade Apoio à Pessoa com Cancro, activa desde Setembro de 2007, lá recebeu 7.135chamadas até à data, uma média de 220 tetefonemas por mês, na sua maioria provenientes deLisboa (43%) e do Porto (18%). Os interlocutores do número 808 255 255 da LigaPortuguesa Contra o Cancro são, sobretudo, do sexo feminino (73%) e o cancro damama é a tipologia oncológica mais procurada.
Trinta e cinco por cento das pessoas que recorrem à UnhaCancro procuram informação sobre a doença, 20% quer saber mais sobre osdireitos gerais das pessoas com cancro, 17% sobre os direitos legais e 11% dosintertocutores procura apoio emocional. Os doentes são os principaisutilizadores deste serviço da Liga Portuguesa Contra o Cancro (80%) e osfamiliares e/ou amigos constituem os restantes 40%.
O público em geral conhece os serviços da Linha Cancro atravésdos centros hospitalares (41%) e através da lntemet (23%). A Linha de Apoio àPessoa com Cancro activou desde Junho de 2009 um serviço da correioelectrónico, com o endereço linhacancro@ligacontracancro.pt, em alternativa àvia teletónica e que já recebeu 504 e-mails.
São cada vez mais os doentes que procuram a Linha Cancro comoforma de apoio à informação e de apoio emocional profissional. "A nossa equipaespecializada procure encaminhar a pessoa com doença oncológica e, sobretudo,tranquilizá-la e motivá-la para uma maior qualidade de vida, assegura o Prof.Carlos Oliveira, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro.
A Linha Cancro tem como principais objectivos educar,informar, esclarecer, orientar, sensibilizar e acompanhar a pessoa com doençaoncológica. O apoio prestado na Linha Cancro centra-se em quatro áreas deintervenção: o apoio social, o apoio emocional, o esclarecimento sobre arespectiva legislação e os direitos da pessoa com doença oncológica, alémde informações sobre a doença e o seu respectivo tratamento.
O número 808 255 255 funciona de segunda a sexta-feira, entreas 9h e as 22h. Este serviço é constituido por uma vasta equipa de enfermeirose psicólogos, disponíveis para motivar e complementar o acompanhamento médico.
O cancro é a segunda causa de morte nos países ocidentais ea primeira entre a taxa etária dos 35 aos 64 anos.
Por Notícias de Viseu a 15 de Novembro 2015

Voltar
Apoios & Parcerias