Clipping

Voltar

LPCC: meio milhão no Facebook contra o cancro

04 de Abril 2012
Comemora hoje 71 anos de promoção e prevenção do cancro, numa altura em que as redes sociais, como o Facebook, são uma mais-valia para a sua comunicação. 


Falamos da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) que atingiu, há pouco tempo, o meio milhão de seguidores na rede criada por Mark Zuckerberg.“A informação é a melhor arma de luta contra o cancro” e, nesse sentido, o Facebook é uma arma poderosa para que a LPCC possa transmitir a sua mensagem. A rede social “é hoje um dos principais sítios de encontro, comunicação, partilha e interação de ideias e assuntos de interesse que pode propiciar um ambiente de aprendizagem efetivo, participativo e interativo”, explica Miguel Pina, coordenador do site e Facebook da LPCC. “Uma das principais finalidades da Liga é a sensibilização para a prevenção do cancro, numa perspetiva de educação para a saúde. O Facebook surge, assim, como um instrumento de comunicação, permitindo-nos chegar a uma vasta comunidade, divulgando informação sobre cancro e sobre as atividades que desenvolvemos no âmbito da deteção precoce do cancro e de apoio ao doente oncológico”, adianta.

A estratégia desenvolvida na rede social está a levar a que o número de acessos ao site da Liga aumente e, assim, que a LPCC informe, de forma simples, a população sobre a aplicação os fundos que lhes são atribuídos mediante donativos.

Ultrapassada a barreira dos 500 mil seguidores no Facebook, a Liga Portuguesa Contra o Cancro é, no ranking nacional, “ a primeira presença institucional, só precedida por algumas páginas relacionadas com desporto ou telecomunicações” na rede social, como revela. O maior impacto para que tal número fosse atingido aconteceu em 2010, durante o mês de outubro, dedicado à prevenção do cancro da mama: “Através da iniciativa ‘Tempo de Viver’, a Roche Farmacêutica propôs-se a doar um euro por cada novo fã da Liga no Facebook. E assim, o Facebook da Liga deu o primeiro grande salto: em menos de cinco dias, a Liga tinha 80 mil fãs”, explica Miguel Pina ao Briefing. 

Desde então, a estratégia da LPCC na rede social passa por promover parcerias com o intuito de aumentar o número de fãs para, assim, fazer chegar a sua mensagem a mais pessoas. “No entanto, creio que a principal razão deste crescimento exponencial se deve ao trabalho que a Liga tem realizado ao longo dos 70 anos da sua existência e ao reconhecimento social da relevância e credibilidade do mesmo”, refere o coordenador.    

A página do Facebook da LPCC é desenvolvida com recursos internos da organização e através de uma coordenação composta por uma equipa multidisciplinar que envolve, entre outros, médicos, psicólogos e assistentes sociais que desenvolvem a sua ação no âmbito das orientações estratégicas e objetivos estabelecidos pela direção nacional da Liga.

Para agora, o propósito da LPCC passa por procurar novas parcerias na sociedade civil com o intuito de atingir o maior número de portugueses. “Vamos também dar mais destaque ao projeto ‘Testemunhos: quebrar o silêncio’ que nasceu no Facebook em associação com o site e que tem registado um enorme sucesso”, revela Miguel Pina. Relativamente aos seguidores na rede social, a Liga estima que o número de fãs da sua página oficial represente, aproximadamente, 11 por cento do total de registos de páginas do Facebook em Portugal.

Catarina Caldeira Baguinho
Fonte: Briefing
Por Briefing a 15 de Novembro 2015

Voltar
Apoios & Parcerias