Clipping

Voltar

Melhorar a qualidade da vida sexual do doente oncológico

27 de Outubro 2009

Patrocinado pela Administração de Instituto Português de Oncologia de Lisboa e organizado pelo Núcleo de Oncologia Psicossocial (NOPS) e pelo Grupo Multidisciplinar de OncoSexologia do IPO de Lisboa, o curso tem como objectivo a formação dos profissionais de saúde na área da OncoSexologia.

«Ao promover a sensibilização e a formação dos profissionais na áreada Sexualidade em Oncologia, a OncoSexologia, temos comoobjectivo melhorar a qualidade global dos cuidados oncológicosprestados aos doentes com cancro,e neste sentido, a sua qualidade de vida quer na fase aguda, quer nasobrevivência prolongada», explica Lúcia Monteiro, directora da Unidade de Psiquiatria do IPO de Lisboa.

Por efeitos directos dos tratamentos, por sintomas sistémicos da doençaou pelo seu impacto psicológico, as disfunções sexuais estãointimamente ligadas aos problemas oncológicos. As inibiçõessócio-culturais e a informação insuficiente dos profissionais levam aque estes tipos de problemas sejam abordados muito raramente pelosprofissionais de saúde. Na grande maioria dos casos, não chegam a serdetectados.

Apesar de o cancro poder afectar seriamente a sexualidade do doentee, consequentemente, do casal, provocando disfunções relacionais esexuais como a disfunção eréctil,muitas destas situações são reversíveis e tratáveis mas é essencial quesejam sinalizadas. No entanto, ainda se verificam muitas inibições edesconhecimento na abordagem destes problemas, não só por parte dedoentes, mas também da generalidade dos profissionais de saúde. Éessencial ultrapassar estes tabus e ganhar competências, informando osdoentes e familiares para as situações de risco ao nível da suasexualidade e treinando os profissionais de saúde para que consigamintervir precoce e eficazmente.

Neste contexto, o IPO de Lisboa vai promover o ICurso de OncoSexologia. Este será um Curso inovador e pioneiro emPortugal, quer pelo tema abordado quer pelas metodologias adoptadas.Gratuito para todos os profissionais de saúde, destina-se a aprofundara formação de médicos, enfermeiros e técnicos. O curso tem a duração detrês dias e é composto por 12 horas de formação teórica em SexualidadeHumana, Sexologia Clínica, OncoSexologia e Terapias Sexuais e 12 horasde workshop, com treino intensivo em técnicas de entrevista, detecção, diagnóstico e tratamento dos principais problemas sexuais associados ao cancro e seu tratamento.

Leslie Schover, Professora na Universidade do Texas e membrodo American Board of Medical Sexology, Nuno Monteiro Pereira,Urologista, Professor e Coordenador do Mestrado de Sexologia Clínica daUniversidade Lusófona e referência em Portugal na área da SexologiaClínica, Cristina Nave, Terapeuta Sexual na Unidade de Psicologiado IPOLFG e Lúcia Monteiro, Directora da Unidade de Psiquiatria e doNúcleo de Oncologia Psicossocial do IPOLFG, terão a seu cargo algumasdas palestras do curso, bem como a orientaçãodos workshops. Serão também formadores, vários médicos e enfermeirosespecialistas do grupo Multidisciplinar de OncoSexologia do IPO deLisboa.
Por Médicos de Portugal a 15 de Novembro 2015

Voltar
Apoios & Parcerias