Clipping

Voltar

Projeto pretende acabar com tabaco na serra da Estrela

16 de Novembro 2012
A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) quer transformar a serra da Estrela na "primeira serra do mundo sem tabaco", através de um projeto que envolverá diversas entidades da região, a ser apresentado no sábado, em Seia.
"Tenhamos nós capacidade para responder a todos os pedidos" dessas instituições, disse hoje à agência Lusa o presidente da LPCC e do seu Núcleo Regional do Centro, Carlos Oliveira, indicando que serão desafiados a participar na iniciativa centros de saúde, autarquias e escolas, entre outras entidades.A apresentação do projeto de prevenção do tabagismo "Serra da Estrela: a primeira serra do mundo sem tabaco", assinalando o Dia Mundial do Não Fumador, realiza-se às 15:00, no Centro de Interpretação da Serra da Estrela, em Seia, numa cerimónia em que intervém o diretor-geral da Saúde, Francisco George, além de Carlos Oliveira e vários parceiros do projeto.
"Queremos sensibilizar a população para que haja uma área livre de tabaco. É difícil, mas é uma tentativa com uma força simbólica", disse o oncologista Carlos Oliveira."Esta é a maior serra de Portugal e é uma área protegida. Também queremos proteger esta zona de tabaco", afirmou o professor jubilado da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, justificando a "força simbólica" que atribui à iniciativa, que se prolongará durante um ano, terminando no Dia do Não Fumador de 2013.

O projeto "Serra da Estrela: a primeira serra do mundo sem tabaco" abrange vários concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco e Coimbra, com ligações àquela montanha da Região Centro.

Por Diário de Notícias a 15 de Novembro 2015

Voltar
Apoios & Parcerias