Notícias

Voltar

Temática da prevenção do HPV regressa à Região Centro

Temática da prevenção do HPV regressa à Região Centro
Roadshow “HPV e Quê?” em versão digital I No dia 15 de janeiro, cerca de 150 alunos da Escola Secundária Cristina Torres, na Figueira da Foz participam nesta ação educativa e interativa.
O roadshow da Liga Portuguesa Contra o Cancro “HPV e Quê?”, cujo objetivo principal é a prevenção da infeção pelo Vírus do Papiloma Humano (HPV), responsável pelo cancro do colo do útero, está de volta à Região Centro, depois de percorridas várias zonas do país.
A segunda edição nacional desta iniciativa, agora promovida online, tem envolvido várias e novas escolas, bem como dinâmicas de interação com os alunos adequadas à realidade atual, e conta com o Waze, o artista de hip-hop e conhecido youtuber, como embaixador da Liga nesta iniciativa.
É, agora, a vez da Escola Secundária Cristina Torres, na Figueira da Foz, receber este roadshow. É já amanhã, sexta-feira dia 15, e esta decorre nos moldes dos programas das restantes escolas. Ao todo, 149 alunos do ensino secundário (10º e 11º), terão a oportunidade de integrar a ação educativa e interativa, no horário entre as 9h30 e as 16h30.
A iniciativa decorre em ambiente online, pelo que a informação, explicações e esclarecimentos da profissional de saúde, a médica Kristina Hundarova, serão transmitidos por videoconferência. O mesmo acontece com as ações lúdicas deste roadshow, nomeadamente, um quizz via Kahoot.
A campanha “HPV e Quê”, desenvolvida em parceria com a Agência Nervo, foi vencedora, em 2020, do Prémio Bronze na categoria Experiência Marca. Causas Sociais e Bem Público, do Clube Criativos de Portugal.
 
HPV é o vírus sexualmente transmissível mais frequente
O HPV, ou Vírus do Papiloma Humano é o vírus sexualmente transmissível mais frequente. O cancro do colo do útero, o segundo mais frequente nas mulheres, é a doença mais relevante associada à infeção por HPV. Através da vacinação, é possível prevenir várias doenças e cancros associados à infeção por HPV. Por isso, disponibilizar informação científica, atual e validada, é um aspeto da maior relevância.
Na população sexualmente ativa, estima-se que 75 a 80% das mulheres e homens sexualmente ativos sejam infetados pelo HPV em determinado momento da sua vida. Na maioria dos casos, a infeção provocada pelo HPV desaparece espontaneamente ao fim de 1 a 2 anos. Nos casos em que o HPV não é eliminado, a infeção pode progredir para doença.
Em 2008 a vacinação contra o HPV foi incluída no Programa Nacional de Vacinação (PNV). Atualmente, qualquer rapariga até aos 17 anos de idade que ainda não tenha sido vacinada pode beneficiar da vacinação gratuita, bastando dirigir-se ao Centro de Saúde/USF da sua área de residência. Por sua vez, os rapazes nascidos a partir de 2009 também podem fazer a vacina gratuitamente, no Programa Nacional de Vacinação (PNV), a partir de outubro de 2020.
 
Para mais informações, consultar os endereços https://hpveque.hpv.pt/ e http://www.ligacontracancro.pt.
 
 
Por Núcleo Regional do Centro a 14 de Janeiro 2021

Voltar

Sugestões

Apoios & Parcerias