Porque quem precisa, precisa de nós!

Contribua com o seu donativo

Notícias

Voltar

Emigrante fez caminhada de 1800 km para ajudar a Liga Portuguesa Contra o Cancro

22 de Junho 2016 a 30 de Junho 2016
Emigrante fez caminhada de 1800 km para ajudar a Liga Portuguesa Contra o Cancro
Inspirado pela enorme vontade de viver de um familiar e motivado pela vontade de ajudar, António Soares Oliveira, emigrante em Londres, decidiu promover uma série de eventos solidários, que culminaram com a realização de uma Caminhada Solidária, entre Londres e Porto.
 
Inspirado pela enorme vontade de viver de um familiar e motivado pela vontade de ajudar, António Soares Oliveira, emigrante em Londres, decidiu promover uma série de eventos solidários, que culminaram com a realização de uma Caminhada Solidária, entre Londres e Porto. Tendo como lema ajudar o próximo, este emigrante caminhou, em 28 dias, cerca de 1800 quilómetros para dar a conhecer esta causa e o trabalho desenvolvido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC).
 
Apesar de nos primeiros dias as dores, o cansaço físico e emocional parecerem querer vencer a vontade de António Oliveira, de 39 anos, de realizar esta caminhada, a luta contra o cancro travada por diversos familiares, ao longo da sua vida, fê-lo continuar e nunca pensar em desistir E apesar de ter muitas vezes estado perto do desespero, seguiu sempre em frente, confortado pelas mensagens de apoio de familiares e amigos que todos os dias ia lendo na sua página do Facebook.
 
Como o próprio relatou à chegada ao Núcleo Regional do Norte da LPCC, a caminhada foi longa e teve diversas peripécias, entre os 60 a 68 quilómetros que percorria diariamente. O segurança, numa empresa que faz a proteção da comunidade judaica em Londres, saiu da capital inglesa no dia 23 de maio, atravessou o Canal da Mancha de barco e pôs-se a caminho com uma mochila às costas e dois bastões, só parando para dormir na tenda que transportava consigo.
 
A LPCC teve um papel fundamental na luta que os seus familiares travaram. António refere que “houve sempre esforço e dedicação por parte da Instituição” em todos os momentos. Por isso mesmo, este emigrante ganhou coragem e em janeiro, deste ano, começou a planear a realização da maior aventura da sua vida: caminhar 1800 quilómetros para ir até ao Porto, ao Núcleo Regional do Norte da LPCC.
 
Emigrado em Londres há 16 anos, António também tem acompanhado o trabalho levado a cabo pela Cancer Research UK. Nesse sentido, decidiu que o valor angariado, cerca de 13 mil euros, será dividido de forma equitativa pelas duas instituições que, em países diferentes, contribuem da mesma forma e com a mesma determinação para a luta contra o cancro. 
22 de Junho 2016

Voltar

Sugestões

Apoios & Parcerias