Voltar

AnaBochicchio

40 anos Leucemia, 2002, Familiar
Foi há 9 anos (que hoje mais parecem décadas no meu pensamento!) que o teto desabou sobre a nossa cabeça... Foi a 25 de fevereiro de 2002 que foi diagnosticada ao meu segundo filho, de apenas 21 meses, uma leucemia. Ele que tinha sido, até à data, um bebé saudável. Tudo ficou sem sentido, sem cor e o nosso único objetivo passou a ser salvá-lo, curá-lo… E fazer tudo o que estivesse ao nosso alcance para isso. Percebemos da pior forma a limitação humana… E a nossa impotência! Aconteceu-nos o que achamos sempre que só acontece aos “outros”! Foi duro! Foi muito duro ver o meu bebé limitado a idas e vindas ao hospital, impossibilitado de fazer o tudo que as crianças da sua idade fazem... Foram quase três anos de tratamento. Anos muito difíceis que transformaram a nossa vida para sempre... Em todos os sentidos. Aprendemos a viver um dia de cada vez. A esperança era só o que nos movia... E foi a esperança que nos fez acreditar que era possível. E assim foi. O meu filho tem hoje quase 11 anos e é um menino saudável, não tem (“Graças a Deus”) grandes memórias do que passou e quando vai ao IPO (tem que ir anualmente), vai tranquilo. É um ser muito especial, que de facto, nos ensinou muito e que quer abraçar o mundo com os dois braços! A nossa maior lição? Éramos felizes e não sabíamos... Estamos sempre a pensar no futuro que nos esquecemos de viver o presente... Vivam todos os dias, um dia de cada vez... e acreditem sempre!
Voltar

Outros Testemunhos

  • No final do ano de 2009, foi diagnosticada leucemia à minha mãe. Com esse diagnóstico começaram as idas ao Hospital, sessões de quimioterapia e IPO....Catarina C., 26 anos, Leucemia, 2009Ler mais
  • No dia 11 de fevereiro de 2004 foi-me diagnosticada uma leucemia mieloblástica aguda. Nessa altura tinha 11 anos, pelo que não estava preparada para...Diana Costa, 18 anos, Leucemia, 2004Ler mais
  • Tinha eu 5 anos de idade quando comecei a perceber o que valia a vida na sua crua e pura verdade. Uma palavra que destroça realmente o nosso pensamento:...Angelina Teixeira, 17 anos, Leucemia, 2002Ler mais
  • As palavras de ordem são coragem e esperança.O resto é um silêncio e uma luta! Coragem ♥♥♥ Cristina Gonçalves, 29 anos, Leucemia, 2012Ler mais
  • Decidi participar neste testemunho pois, da mesma forma, quando me foi diagnosticada a leucemia, eu procurei informações e testemunhos sobre esta doença...Ana Ramos, 31 anos, Leucemia, 2011Ler mais
  • Em 2007 foi detetada Leucemia à minha mãe, ela que foi e será sempre a minha melhor amiga. Foi como se o mundo caísse em cima de mim. Durante um ano e...Mara Nunes, 29 anos, Leucemia, 2007Ler mais
Apoios & Parcerias