Voltar

Maria do Carmo Ferreira

55 anos Mama, 2004, Doente
Exercendo a profissão de Professora do 1º Ciclo do Ensino Básico na minha aldeia, sempre realizei os exames de rotina no período de férias, a fim de evitar as faltas ao longo do ano letivo. Não tinha qualquer sintoma de doença. Sempre pensei que um diagnóstico precoce pode salvar a vida. Em agosto de 2004, ao realizar ecografia e mamografia foi-me diagnosticado algo na mama esquerda e efetuei uma biópsia. Passados 3 dias o pior confirmou-se “Carcinoma ductal invasivo”. É completamente indiscritível o que senti e ainda hoje sinto, ao recordar esse dia. Porém quero dizer-vos que fiz cirurgia conservadora e esvaziamento da axila a 27 de outubro desse ano, fiz 32 sessões de radioterapia e iniciei o tratamento com Tamoxifeno. Passei a ser seguida nas consultas de Quimioterapia onde ainda continuo. Estou bem, graças a Deus, e nunca desanimei. Sinto uma vontade enorme de alertar para a necessidade de realizar exames médicos periódicos. Muita força e coragem para todos os doentes e seus familiares que possam vir a ler este meu testemunho.
Voltar

Outros Testemunhos

  • A primeira vez que ouvi a palavra cancro tinha onze anos e foi quando perdi o meu pai. Estávamos em 1975 e na época o cancro era chamado de "doença...margarida ferreira, 51 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Foi no dia 23 de fevereiro que, após uma mamografia e ecografia mamária, fui confrontada com esta doença. No início fiquei sem reação. Depois veio o...Carla Silva, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Vencer a Luta contra o Cancro.Essa luta tem várias frentes, missões e objetivos e cada um de nós pode dar o seu contributo para que...Ana Borges, 53 anos, Mama, 2001Ler mais
  • A minha irmã (…) foi diagnosticada com cancro. Foi um choque para toda a família... Chorei muitas noites mas nunca à frente dela...Marina, 43 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Faz esta semana um ano que recebi uma das piores notícias da vida: tinha cancro de mama. Foi um turbilhão de emoções, de perguntas, enfim, muita coisa....Teresa Porto, 29 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Com apenas 28 anos de idade, em agosto de 2005, num autoexame descobri um pequeno caroço que se veio a confirmar ser um carcinoma. Como podem calcular foi...Gisela Marmelo, 34 anos, Mama, 2005Ler mais
Apoios & Parcerias