Voltar

Maria João

52 anos Mama, 2011, Doente
Em julho de 2011, com 50 anos, apalpei um “caroço” na mama esquerda. Imediatamente, fui fazer ecografia e mamografia e o médico foi direto: tinha todas as probabilidades de ser cancro. Entrei em choque, o mundo desabou-me em cima, valeu-me uma amiga que me acompanhou no momento. Fui recebida de braços abertos na instituição onde posteriormente fui operada. Fiz entretanto todos os exames (biópsia, cintigrama ósseo e ecografia abdominal), o tempo em que aguardava os resultados foi horrível. Eu achava que a minha sentença de morte estava lida. Não podemos pensar assim. Cada caso é um caso, fiz mastectomia, mas não precisei de fazer nem quimioterapia nem radioterapia e um dia terei alta. Temos que ter sempre muita força e fé porque Deus está sempre do nosso lado! (…) Força para todos!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Mal eu sabia o que me ia acontecer faz hoje um ano. Tudo começou no início de fevereiro de 2012, primeiro a descoberta do nódulo, o que me deixou logo...Vera Pedro, 34 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Neste meu testemunho não é minha intenção descrever os medos, as angústias, os receios ou o desânimo que por vezes teimam em nos perseguir. Tenho por...Maria Peixoto, 37 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em outubro de 2008, estava grávida de 9 semanas, quando descobri uma massa anormal no peito. Confirmado o diagnóstico, após uma biópsia, fui...Natália Gomes, 37 anos, Mama, 2008Ler mais
  • Olá! Sou a Fernanda, tenho 42 anos e tenho cancro da mama.No dia 19 de Outubro de 2015 fiz uma mamografia de rotina, que acusou uma...Fernanda Silva, 42 anos, Mama, 2015Ler mais
  • Foi-me diagnosticado cancro em setembro de 2012. Os meus filhos tinham 1 e 2 anos. Tinha acabado de amamentar o meu filho mais novo. Sentia que tinha algo...Paula, 38 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Cancro - medo, morte, desespero, dor, solidão... Para mim, que me vi confrontada com um cancro de mama, sem qualquer tipo de sintomas numa rotina de...ILIDIARIBEIRO, 50 anos, Mama, 2004Ler mais
Apoios & Parcerias