Voltar

Patricia alexandra da costa valente fernandes

28 anos Tiróide, 2010, Doente
Tenho cancro na tiroide. Descobri a 13 de julho de 2010 (numa consulta de rotina ao dentista). A 13 outubro fui operada. A 13 janeiro de 2011 fui internada para tratamento. Continuo a lutar porque tem havido novos surgimentos e tive problemas musculares após a operação, tendo ficado com limitações no ombro/braço direito... Desculpem a escrita, mas não é fácil escrever. Os sentimentos de revolta e tristeza no dia em que somos informados são como uma bomba a cair (por incrível que pareça, a noite de 13 julho para 14 julho foi a noite que melhor dormi), com muitos porquês, que mal fizemos. Até ao dia de hoje não verti uma lágrima (se é bom ou mau, não sei), mas cada um reage de forma diferente. Mas por dentro custa muito, custa muito cada ida ao IPO. Mas como o meu médico me disse (e tenho feito até ao dia de hoje), no dia que chorar, ou venci ou desisti. Mas até lá luto com tudo, mesmos nos dias que não apetece sair da cama, estamos mais deprimidas e pensamos no futuro (se o meu sonho de ser mãe irá ser possível), muitos "ses"... Custa muito falar sobre o que temos, porque de um momento para o outro somos o centro das atenções. E a palavra cancro é tabu e ainda assusta nos dias de hoje. É como se dissermos que termos cancro é igual a morte. Por isso, eu falo com os meus familiares, amigos, conhecidos sem qualquer problema, tento esclarecer e tirar o olhar de tristeza que fica quando conto. Mais podia dizer, mas o essencial é que temos de lutar em todos os segundos da vida e nunca devemos baixar os braços, porque querer é poder e, neste caso, andar para a frente é o fundamental e nunca desistir, nunca deixar de acreditar...
Voltar

Outros Testemunhos

  • Olá!Após um período entre novembro e dezembro de baixa por problemas, tive um acidente de automóvel. A 18 de Dezembro,...Fernanda Mendes, 50 anos, Tiróide, 2018Ler mais
  • Em meados de 2009 apercebi-me de uma “massa” na região do pescoço. Desde logo estranhei a sua presença... Além disso sou profissional de saúde....Susete, 27 anos, Tiróide, 2009Ler mais
  • Olá! Eu sou a Ulrika e tive um cancro na tiróide - clinicamente falando um carcinoma papilar da tiroideia. Já passaram 12 anos, mas não me esqueço do...Ulrika, 37 anos, Tiróide, 2000Ler mais
  • Depois de ler todos estes testemunhos, noto que (quase) todos pensamos o mesmo: “A mim não me vai acontecer nada!” Mas acontece, aconteceu e continua a...Clara Vasconcelos, 26 anos, Tiróide, 2009Ler mais
  • Era saudável. Praticava exercício físico, fazia uma excelente alimentação, e tinha deixado de fumar há 3...Catarina, 34 anos, Tiróide, 2015Ler mais
  • Nunca perder a esperança colaborar com os médicos. Não ter medo de falar sobre a doença porque ao falar ajuda-nos a nós e a outros doentes a terem mais...Anónimo, 53 anos, Tiróide, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias