Notícias

Voltar

Informações gerais à população e doentes oncológicos - Pandemia por Coronavírus

Informações gerais à população e doentes oncológicos - Pandemia por Coronavírus
A Liga Portuguesa Contra o Cancro divulga informação geral à população e aos doentes oncológicos face à doença pelo coronavírus 2019 (ou COVID-19)
A doença pelo coronavírus 2019 (ou COVID-19) é uma doença respiratória causada por um novo coronavírus, identificado na China em dezembro de 2019.
Os coronavírus fazem parte de uma grande família de vírus que, na grande maioria dos casos, causam doenças ligeiras, como as constipações e a gripe comuns. No entanto, embora raramente, podem causar problemas de saúde mais graves como o Síndrome Respiratório Severo Agudo (SARS) e o Síndrome Respiratório do Médico Oriente (MERS).

A doença pode transmitir-se através de pequenas gotas expelidas pelo nariz ou pela boca por pessoas contaminadas (quando a pessoa espirra ou tosse) ou quando se toca em superfícies contaminadas, em que essas gotas caíram. A pessoa pode então ser contaminada levar as suas mãos aos seus olhos, boca ou nariz, introduzindo o COVID-19, nas suas vias respiratórias.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda, assim, as seguintes medidas de higiene e etiqueta respiratória, para reduzir a probabilidade de exposição e transmissão da doença:
1. Tapar a boca e o nariz quando se tosse ou espirra, com o antebraço ou com um lenço de papel (deitando-o, de imediato, para o lixo)
2. Lavar as mãos frequentemente, com água e sabão ou solução à base de álcool a 70%
3. Evitar o contacto próximo com pessoa que apresente problemas respiratórios infeciosos e não partilhar objetos e utensílios pessoais
4.  Evitar tocar com as mãos na cara

Os sintomas mais frequentes são a febre (temperatura > 37,5ºC), a tosse e a dificuldade respiratória. Pode haver pneumonia e outras situações mais graves. É de realçar que a grande maioria das pessoas não terá sintomas ou, a existirem, eles serão leves.

Até ao momento, não existem evidências de que os doentes oncológicos, (apenas por o serem) sejam mais suscetíveis à infeção, mas, tal como outros doentes crónicos (por exemplo, diabéticos, indivíduos com doenças cardíacas e/ou respiratórias), como têm menor capacidade de resistência imunológica, poderão infetar-se mais facilmente. Se os doentes oncológicos estiverem sob tratamento ativo, essa suscetibilidade será maior.

Assim, o doente oncológico, tal como qualquer pessoa deve:
1. Manter-se na sua casa o maior tempo possível
2. Lavar frequentemente as mãos
3. Limitar o contacto próximo com outras pessoas

Se tiver sintomas que possam fazer suspeitar de infeção por covid-19 deve contactar a Linha SNS24 (808242424) ou o seu médico assistente. Deve permanecer em casa, esperando que lhe indiquem os passos que deve dar.
16 de Março 2020

Voltar

Sugestões

Apoios & Parcerias