Porque quem precisa, precisa de nós!

Contribua com o seu donativo

Conteúdo associado à tag: "cancro da pele"

  • Página

    Prevenção

    Formas de PrevençãoA melhor forma de prevenir o cancro de pele é proteger-se do sol. As crianças, em particular, devem ser bem protegidas. Os médicos recomendam a todas as pessoas que limitem o tempo de exposição ao sol e evitem outras fontes de radiação UV.Sempre que possível, deve evitar a exposição sol do meio do dia (do meio da manhã até ao fim da tarde). Também se deve proteger da radiação UV reflectida pela areia, água, neve e gelo. A radiação UV pode atravessar... Ler mais
  • Notícia

    Campanha “Verão com Prevenção” na Praia da Barra

    No âmbito da campanha “Verão com Prevenção”, o Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC.NRC) vai estar, no dia 3 de agosto, na praia da Barra (Ílhavo) para sensibilizar para os cuidados a ter com a exposição excessiva e prolongada ao sol.Este ano a campanha “Verão com Prevenção” é destinada a crianças entre os 6 e os 12 anos de idade, e tem o objetivo... Ler notícia
  • Página

    Auto Exame

    Como Examinar a Sua PeleO médico, ou enfermeiro, pode recomendar-lhe que examine regularmente a sua pele para verificar se existem potenciais indicadores de cancro de pele, incluindo o melanoma.A melhor altura para o fazer é depois de tomar duche ou banho. Deverá observar a sua pele num quarto com muita luz, utilizando um espelho grande que lhe permita ver o corpo todo e um espelho de mão. O melhor será começar por saber onde estão localizados os seus sinais, manchas, verrugas e... Ler mais
  • Página

    Métodos de Tratamento

    Métodos de Tratamento DisponíveisO seu médico pode descrever-lhe as suas opções de tratamento e os resultados esperados para cada uma delas. O doente e o seu médico podem trabalhar juntos para elaborar um plano de tratamento adaptado às suas necessidades.A cirurgia é o tratamento habitual em pessoas com cancro de pele. Em alguns casos, o médico pode sugerir quimioterapia tópica, terapia fotodinâmica ou radioterapia.Uma vez que os tratamentos do cancro de pele podem danificar... Ler mais
  • Página

    Tratamento

    O Tratamento do Cancro da Pele Não-melanomaPor vezes, durante a biópsia, é removida a totalidade do tumor. Nestes casos, pode não ser necessário mais tratamento. Caso necessite de mais tratamento, o seu médico falará consigo sobre as opções existentes.O tratamento do cancro de pele depende do tipo de tumor, do seu estadio de evolução, do seu tamanho e da sua localização, bem como do seu estado geral de saúde e antecedentes clínicos. Na maioria dos casos, o objectivo do... Ler mais
  • Página

    Estadiamento

    Estadiamento Se a biópsia revelar a presença de cancro, o seu médico necessita saber a extensão da doença (determinar qual o estadio em que se encontra). Em alguns casos, o médico poderá ter que avaliar os seus gânglios linfáticos para definir o estadio em que se encontra o tumor.A determinação do estadio baseia-se nos seguintes factores:Tamanho da neoplasiaQue profundidade atingiu sob a camada superior da peleSe atingiu os gânglios linfáticos adjacentes ou outras partes do... Ler mais
  • Página

    Diagnóstico

    DiagnósticoSe tiver uma alteração da pele, o médico deve procurar saber se se trata de cancro ou se é devida a outra causa. O médico poderá remover a totalidade ou parte da área de aspecto anómalo, que será depois enviada analisada macroscopicamente por um patologista. A este processo dá-se o nome biópsia, que é a única forma segura para diagnosticar o cancro de pele.A biópsia pode ser feita num consultório médico, numa clínica ou no hospital, em regime ambulatório. A... Ler mais
  • Página

    Sintomas

    SintomasGrande parte dos carcinomas basocelulares e espinocelulares têm tratamento, especialmente se forem identificados precocemente.Uma alteração na pele é o indicador mais frequente de cancro de pele. Pode ser uma nova neoplasia, uma ferida que não cicatriza ou uma alteração de uma neoplasia já existente. Nem todos os cancros de pele têm a mesma aparência. Deve estar atento às seguintes alterações da pele:Nódulos pequenos, lisos, brilhantes, opacos ou serososNódulos... Ler mais
  • Página

    Factores de Risco

    Quem Está em RiscoSabemos que o cancro de pele não é contagioso, ou seja, não pode “apanhá-lo” de outra pessoa.As investigações têm revelado que as pessoas com determinados factores de risco estão mais predispostas que outras a desenvolver cancro de pele. Um factor de risco é algo que pode aumentar a probabilidade de alguém vir a desenvolver uma doença.Alguns estudos determinaram os seguintes factores de risco de cancro de pele:Radiação ultravioleta (UV): A radiação UV... Ler mais
9 Resultados
Apoios & Parcerias