Resposta às suas Perguntas

A Quem é dirigido?

  • O Programa de Rastreio de Cancro da Mama é dirigido a mulheres assintomáticas (que não apresentam sintomas) com idade compreendida entre os 45 e os 69 anos e consta na realização de uma mamografia cada dois anos. Se ainda não atingiu os 45 anos deve procurar ser seguida pelo seu Médico de Família ou Ginecologista.

Como participar?

  • Se já participou no Programa de Rastreio de Cancro da Mama em anos anteriores ser-lhe-á remetida uma carta convocatória, a cada dois anos, com indicação da data, hora e local onde deverá realizar a sua mamografia.
  • Na grande maioria das vezes a convocatória é feita para a realização do exame numa Unidade Móvel que estaciona junto do Centro de Saúde. Estes e outros dados constam da carta que lhe é remetida. É ainda feita divulgação através de folhetos e anúncios na comunicação social local.
  • No caso da sua carta-convocatória nos ser devolvida por insuficiência de dados ou mesmo pelo facto de não ter comparecido à convocatória, é possível que o Centro de Coordenação Regional entre com contacto telefónico consigo no sentido de agendar nova marcação. Não falte!
  • Se nunca participou no Programa de Rastreio, deve verificar se o seu Concelho de residência já se encontra integrado neste Programa e se os seus dados de identificação - nome, morada e telefone - se encontram actualizados na Unidade de Saúde/Centro de Saúde onde está inscrita (os dados de inscrição serão utilizados no processo de convocatória).

Onde está a decorrer presentemente o rastreio?

  • As Unidades Móveis de Rastreio de Cancro da Mama são deslocadas para os Concelhos em intervalos de 2 anos e estacionam normalmente junto do Centro de Saúde local. Saiba quais os Concelhos onde está a decorrer o Rastreio nesta página.

O que acontece na unidade de rastreio?

  • Na Unidade de Rastreio o atendimento é realizado para a hora marcada, por ordem de chegada. O horário de atendimento varia em função das características de cada Concelho e da participação. Deve fazer-se sempre acompanhar do Cartão do Cidadão ou Bilhete de Identidade e do Cartão de utente do Serviço Nacional de Saúde e, se possível, da carta-convocatória.
  • Após responder a algumas questões sobre a sua identificação e assinar o consentimento informado, realizará a mamografia de Rastreio (em sistema digital). Por vezes é necessária a repetição da mamografia na Unidade tendo em vista a obtenção da melhor imagem para o diagnóstico Médico. A Técnica de Radiologia explicar-lhe-á esse processo.

Tenho de pagar alguma coisa?

  • Não, a mamografia e todos os exames que lhe forem eventualmente efectuados no âmbito deste Rastreio são gratuitos para si.

A mamografia dói?

  • Algumas mulheres sentem desconforto e até alguma dor com a compressão dos seios. A dor é habitualmente passageira e desaparece no final do exame. Não hesite em manifestar o desconforto que poderá eventualmente sentir.

Como obter o resultado do exame?

  • A mamografia será objecto de uma dupla leitura cega, isto é, será objecto de análise diferida por dois Médicos Radiologistas, atribuindo cada um um resultado numa escala pré-definida. Caso estas leituras apontem para um resultado de duvidoso ou positivo ou verificando-se discrepância nos resultados obtidos, será realizada uma terceira leitura por um outro Médico Radiologista. 
  • O resultado do seu exame será enviado para a sua Unidade de Saúde do Concelho onde realizou o Rastreio no prazo médio de 4 semanas. Deve solicitá-lo ao seu Médico de Família.

Terei de repetir o exame?

  • Poderá ser necessária a repetição do exame para esclarecer alguma dúvida na leitura do mesmo por parte da equipa de Médicos Radiologistas (em cada 1.000 exames só acontece em cerca de 40). 
  • A repetição do exame não significa que tenha algum problema grave e na grande maioria dos casos serve apenas para esclarecer qualquer dúvida. Neste caso será convidada a comparecer numa Consulta de Aferição.
  • Não fique surpreendida se os novos exames mostrarem que não há nada com que se preocupar. A maioria das mulheres não apresenta nenhum problema e serão de novo contactadas, pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, dois anos depois para novo rastreio. Caso seja necessário analisar melhor a situação, poderá ter que fazer um estudo adicional num hospital preparado para o efeito e cuja marcação será assegurada pela Liga, no mais curto espaço de tempo.

O rastreio do Cancro da Mama previne o Cancro?

  • Não, o rastreio de cancro da mama ajuda a detectar o cancro da mama se ele já existir, embora alguns cancros sejam muito difíceis de ver ou não se consigam, de todo, detectar nas radiografias. Mesmo assim, a mamografia é a forma mais fiável de detectar cancro precocemente, possibilitando tratamentos mais eficazes. O trabalho da Liga assenta em critérios rigorosos de qualidade que incluem a revisão sistemática das mamografias por dois ou mais médicos radiologistas com formação específica.

E se eu tiver algum sinal ou sintoma no intervalo de 2 anos?

  • No caso de ter algum sinal ou sintoma no intervalo dos 2 anos deve consultar de imediato o seu Médico Assistente. Não aguarde pela nova volta do Rastreio.

Como posso obter informações adicionais?

  • Se pretender informações adicionais sobre o Programa de Rastreio de Cancro da Mama contacte:
    Coordenação Nacional 
    Unidade de Planeamento e Desenvolvimento
    [t] 239 487 490 [@] upd.rcm@ligacontracancro.pt 

Coordenação Regional Centro
Rua António José de Almeida nº 329 - 2º sala 56 - 3000-045 Coimbra
[t] 239 487 490
[@] rcmama.nrc@ligacontracancro.pt

Coordenação Regional Norte
[t] 225 420 682/6
[@] rcmama.nrn@ligacontracancro.pt

Coordenação Regional Sul
Rua Dr. António Martins nº 32 ,Cave  esq e dto - 1070 – 094 Lisboa
​[t] 217 263 510
[@] centro.rastreio@ligacontracancro.pt


Página Inicial
Apoios & Parcerias