Cancro e Sofrimento Emocional

Enquadramento

Reconhecido internacionalmente como o 6º sinal vital, especialmente na área da oncologia, o distress refere-se a um estado de sofrimento emocional, caracterizado pela presença de sintomatologia depressiva e ansiosa.

A natureza do distress é multifatorial e pode interferir com a capacidade de lidar com a doença e com os seus sintomas, os efeitos secundários dos tratamentos, afetar as atividades do dia-a-dia, assim como interferir com a saúde, adesão terapêutica e tomadas de decisão.

Estima-se que cerca de um terço dos doentes oncológicos apresentem distress significativo, extensível aos familiares e cuidadores. Atendendo ao impacto multidimensional do cancro, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, no âmbito dos seus objetivos estatutários, tem vindo a criar, desde 2009 e em todo o país, Unidades de Psico-Oncologia que disponibilizam intervenção psicológica especializada a doentes oncológicos, familiares e cuidadores. 


Com o objetivo de promover o debate sobre o bem-estar emocional dos doentes oncológicos em Portugal, a necessidade de avaliar precocemente as dificuldades emocionais e a referenciação para serviços especializados, a LPCC realizou, em novembro de 2022, com o apoio da MOAI Consulting e da SIC Notícias, o evento “Cancro e Sofrimento Emocional”, e no qual foram apresentados os resultados de um estudo de avaliação do distress emocional dos utentes que recorrem a consultas de Psico-Oncologia, seguindo-se um painel de discussão sobre a temática. 
Imagem da iniciativa

Assista à gravação do programa "Tenho Cancro. E depois?" transmitida no Facebook da SIC Notícias.




Mais informações contacte-nos através do email: psico-oncologia.nrc@ligacontracancro.pt ​

Página Inicial
Apoios & Parcerias