Porque quem precisa, precisa de nós!

Contribua com o seu donativo
Voltar

Adília Carvalho

50 anos Mama, 1997, Doente
A todos aqueles que percorreram o caminho mais sinuoso do mundo... A todos aqueles que o estão a percorrer... A todos aqueles que o irão percorrer... Saibam que a esperança é a última a morrer... Saibam que com força e determinação tudo é mais fácil... Saibam também que se conseguirmos ultrapassar com garra e um sorriso no rosto todos os obstáculos, chegaremos ao fim da linha... E o fim da linha, para nós portadores de cancro, não é o fim de tudo, mas sim o início de uma nova vida.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Neste meu testemunho não é minha intenção descrever os medos, as angústias, os receios ou o desânimo que por vezes teimam em nos perseguir. Tenho por...Maria Peixoto, 37 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Corria o ano de 2010. Era um ano de novas esperanças, com o nascimento de uma nova neta. As forças já tinham sido retemperadas com o usufruto de...Marco Santos, 59 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em agosto de 2015 recebi a noticia mais amarga da minha vida: cancro de mama. E depois de fazer biópsia descobri que era um pouco mais complicado....Maria Martins, 51 anos, Mama, 2015Ler mais
  • Visito com bastante frequência o site da Liga Portuguesa Contra o Cancro e costumo ler os testemunhos deixados por outras pessoas, que tal como eu,...Maria Pires, 57 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Olá amigos! Vou começar por dar o meu testemunho, que no fundo terá algo em comum com várias pessoas que, tal como eu, estão a passar ou passaram por...Ana Mateus, 52 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Em outubro de 2010 deixei de tomar a pílula para ter outro filhote. Passados alguns dias, no meu trabalho, que era ser operadora de ordenha, senti uma dor...SOFIA FERNANDES, 30 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias