Voltar

Alcides Manuel Gonçalves Horta

65 anos Colo-Rectal (Intestino), 2006, Doente
Em 1999, foi-me diagnosticado um cancro nas cordas vocais, originado em grande parte pelo tabaco. Fui operado e fiz trinta e cinco aplicações de radioterapia. Em 2006, foi-me diagnosticado um cancro no colon, fui operado e foi considerado que não precisava de tratamento. Em 2007, foi-me diagnosticado um terceiro cancro, desta vez no intestino grosso. Fui novamente operado e fiz tratamento de quimioterapia. Neste momento, vou a consultas de rotina. Sempre vi esta doença como uma doença normal e enfrentei-a sem medos e raivas mas sim com boa disposição e cara alegre.
Voltar

Outros Testemunhos

  • A minha situação, até me ser diagnosticado o cancro, era igual a muitos outros: não me vai acontecer ou não tenho sintomas que me levem a julgar que o...Romão Capinha, 63 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2008Ler mais
  • Sou enfermeira num serviço hospitalar de oncologia e, por isso, convivo todos os dias de muito perto com pessoas com cancro. O que não se espera, quando...Ana Raquel, 26 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2013Ler mais
  • Em 2002, com 37 anos, foi-me diagnosticado adenocarcinoma do endocolo, na sequência do qual fui submetida a histerectomia total e 4 sessões de...Maria ferreira, 47 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2011Ler mais
  • Em maio de 2011, o mundo caiu em cima da minha cabeça, os meus pés ficaram sem chão, foi diagnosticado um cancro colo-rectal à minha mãe, com...Lara, 40 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2011Ler mais
  • Em fevereiro de 2010 foi-me diagnosticado um adenocarcinoma da sigmoideia, ou seja, um tumor maligno no intestino, a 12 cm do reto, através de uma...Maria Vivaldo, 45 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • O meu Pai foi diagnosticado aos 56 anos, num dia de festa que deveria ter sido muito feliz. Chorei (choramos) tudo o que havia para chorar naquele dia e...Teresa, 31 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2011Ler mais
Apoios & Parcerias