Voltar

Ana Cristina Ferreira Antunes

48 anos Pulmão, 2006, Familiar
Recomeçar não é mais que isso mesmo - voltar a começar. Voltar a começar algo que deixou de ter continuidade, que ficou perdido ou que deixou de fazer sentido. Recomeçar é não querer perder. É não desistir. É um buscar da força e da esperança que talvez julgássemos ter perdido. Recomeçar é amor, por nós ou pelos outros. É ser capaz de querer. É encontrar e sentir motivos que nos façam continuar, no nosso tempo, com as nossas capacidades, mas capazes de nos fazer prosseguir cada etapa com novas certezas. O recomeço é interior. Às vezes para o encontrarmos, basta um clique, outras, demora a aparecer. Às vezes basta um olhar, um sorriso, um cheiro, um som, uma brisa, ou um raio de sol. Outras vezes pode requer todas as nossas forças. Mas é possível. Por quanto tempo, à partida nunca o saberemos. Só continuando o iremos descobrir e isso é viver. Força para todos.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Esta é a batalha que nunca nos imaginamos a passar. São coisas que vemos acontecerem a outros, temos pena, mas não imaginamos o...Ana Oliveira, 18 anos, Pulmão, 2015Ler mais
  • Este foi o meu segundo cancro pois em 2008 fui operada ao colo do útero. Realizei quimioterapia, radioterapia e braquiterapia.Quando ouvi este...MARIA HENRIQUES, 69 anos, Pulmão, 2011Ler mais
  • Estive hesitante em deixar o meu testemunho, mas assim poderei dar força e coragem a outras pessoas.Foi diagnosticado cancro do pulmão ao meu marido,...Ana Marques, 32 anos, Pulmão, 2014Ler mais
  • A 5 de setembro fui diagnosticada com um adenocarcinoma pulmonar. Poucos dias depois, no IPO, informaram-me que era já numa fase avançada e inoperável....Cristina Alves, 48 anos, Pulmão, 2012Ler mais
  • A 9 de março de 2010 foi-me comunicado que sofria de uma neoplasia do pulmão - carcinoma de pequenas células, estadio IV, metastizado na pele,...Maria Góis, 38 anos, Pulmão, 2010Ler mais
  • Tudo parecia tão beloNuma cumplicidade de emoções Amor queridoSentidoTernoRepleto de verdadeiras sensações Tudo parecia longínquo ...Filipe Fenandes, 32 anos, Pulmão, 2009Ler mais
Apoios & Parcerias