Voltar

Ana Maria Mateus

52 anos Mama, 2011, Doente
Olá amigos! Vou começar por dar o meu testemunho, que no fundo terá algo em comum com várias pessoas que, tal como eu, estão a passar ou passaram por isto. No dia 27 de junho de 2011, estava no duche matinal e detetei um pequeno nódulo na mama esquerda, claro, as lágrimas correram pela minha cara... Alguma coisa me dizia que não era um simples nódulo. (…) Não foi fácil... Após exames, mamografia e ecografia, vieram os resultados, onde aconselhavam a fazer uma biópsia. Uma semana depois fiz a biópsia... Resultado: carcinoma da mama. O mundo caiu em cima de mim... Só com o meu filho e sem o apoio do meu marido (...). No dia seguinte, depois de chorar... chorar... enfim... Pensei: “Como é menina? Onde está a tua fé, a tua coragem, a tua força?” Os dias seguintes começaram a ser mais fáceis para mim pois, se Deus me pôs à prova, é porque era e sou capaz de enfrentar mais um desafio! Só contei ao meu marido o que se estava a passar em meados de julho, quando nos veio fazer uma visita, num de fim-de-semana. Claro, não foi fácil... Bom, no dia 22 de agosto dei entrada no hospital e dia 23 fui operada, dia 24 tive alta porque correu muito bem e eu estava relativamente bem. Fiz 4 sessões de quimioterapia e 25 de radioterapia. Após uma semana de radioterapia, mais ou menos em 16 de janeiro de 2012 comecei a ter uma tosse muito seca (…). Só que de dia para dia piorava mais e mais... Até que fiz uma TAC ao tórax, no mês de março, na qual foram detetadas metástases no fígado com 4 cm e várias nos pulmões. (…) Depois fui recuperando nos dias seguintes, outro desgosto para meu marido e para o nosso filho, não foi fácil. Comecei no dia 26 de junho com a quimioterapia paliativa. Estou otimista. (…) Seja o que Deus quiser. É este o meu episódio, testemunho real e verdadeiro. Quero deixar aqui um grande abraço a todos que estejam nesta situação, que infelizmente são tantos. Tenham força, coragem e ânimo e, acima de tudo, muita fé. (…)
Voltar

Outros Testemunhos

  • Quero falar de vida!Em 2004 foi-me diagnosticado cancro da mama. E pensei - e agora? Depois de algumas lágrimas argumentei comigo: tens um problema- ...madalena Santos, 56 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Sorrir para a vida! A minha história resume-se às seguintes palavras: força, fé, coragem, determinação, amor, amizade, esperança, sorriso e vida. Sou...Ana Morais, 45 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Em agosto de 2015 recebi a noticia mais amarga da minha vida: cancro de mama. E depois de fazer biópsia descobri que era um pouco mais complicado....Maria Martins, 51 anos, Mama, 2015Ler mais
  • Venho por este meio deixar o meu testemunho e pedir a quem sofre deste tipo de doença, que vem sem avisar e se instala sem nós estarmos preparados, que...Manuela Miller, 47 anos, Mama, 1998Ler mais
  • Quando estamos perante o diagnóstico de cancro, em nós ou nos nossos entes queridos, tudo à nossa volta parece desmoronar-se e subitamente sentimo-nos...Maria, 55 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em julho de 2011, com 50 anos, apalpei um “caroço” na mama esquerda. Imediatamente, fui fazer ecografia e mamografia e o médico foi direto: tinha...Maria João, 52 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias