Voltar

Ana Paula correia

48 anos Outro, Voluntário
Desde muito nova sofri por esta doença, fiquei sem mãe aos 2 anos pois faleceu de cancro nos ovários. Só aos 4 anos soube que ela tinha partido, pois o meu pai sofreu e nunca falava da nossa mãe. Só soube por um irmão que acompanhou a doença que 3 anos mais tarde padeceu também de cancro no estômago. Sempre vivi para ajudar, por isso (…) sempre tive vontade de dar tudo de mim ao próximo. Por isso, hoje, ao fim de ter passado por vários familiares com esta doença, sinto cada dia mais força embora tenha dias em que estou bastante doente, pois tenho osteoporose e fibromialgia, mas tenho sempre um sorriso para um doente, abraço ou uma simples conversa. Ajuda muito e fico feliz por saber que alguém que sofre ficou melhor por isso. Para vós o meu muito obrigado por tudo o que dão.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Não é fácil aceitar que se tem um cancro raro, deita tudo abaixo, pelo menos para mim, família, amigos,empresa, sonhos (alguns)...Anónimo, 55 anos, Outro, 2008Ler mais
  • Espero que estas palavras ajudem para uma chamada de atenção. Perdi o meu pai há 15 dias, com uma neoplasia oculta. Tudo começou com uma dor no ombro....daniela, 25 anos, Outro, 2011Ler mais
  • Um agradecimento a todos estes testemunhos de vida que muito ajudam a encarar e a adaptar a vida no dia-a-dia a esta tipologia de doença.No meu caso,...Cidadão Atento, 62 anos, OutroLer mais
  • Jovem. Bem sucedido. Alimentação saudável, desportista, não fumador, não consome álcool, bons hábitos de sono. O cancro não escolhe. Nós podemos...Júlio, 31 anos, Outro, 2010Ler mais
  • Dou um pouco do meu testemunho, pois infelizmente o meu marido partiu, mas o IPO ensinou-me a lidar com estes casos. Aprendi a amar o próximo, a ter...Anónimo, 51 anos, OutroLer mais
  • Tomei a liberdade de, neste pequeno mas grandioso espaço (que é este site), deixar a todos os que passaram, ou estão a passar e também para os...Daniela Pereira, 31 anos, OutroLer mais
Apoios & Parcerias