Voltar

anónimo

55 anos Mama, 2009, Familiar
Poupo-vos os detalhes, o susto, o sofrimento, enfim tudo aquilo por que passam todos os que são confrontados com um qualquer tipo de cancro. A minha mensagem é de esperança... Sigam à risca o rastreio; à mínima dúvida vão ao médico; acreditem sempre e, finalmente, há que agradecer a quem acompanha a doença. No caso da minha esposa, que sempre seguiu à risca o rastreio e os exames regulares, foi-lhe diagnosticado um carcinoma mamário logo na fase inicial; cirurgia conservadora, rastreio linfático negativo, quimioterapia e tamoxifeno… Um dia destes vai ter “alta” das visitas regulares ao IPO mas vai seguramente continuar a ser rigorosa e cumprir religiosamente as datas prescritas e estar atenta a qualquer tipo de alteração. Ajudem-se para poderem ser ajudados.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Lido com o cancro desde a minha adolescência. Nunca tive cancro, mas tive dois familiares próximos que infelizmente morreram com cancro de pulmão, no...Ana, 28 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Corria o ano de 2010. Era um ano de novas esperanças, com o nascimento de uma nova neta. As forças já tinham sido retemperadas com o usufruto de...Marco Santos, 59 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Corria o mês de Julho, quando a minha mãe foi solicitada para realizar o rastreio do cancro da mama. Ao princípio recusou, na verdade, nunca gostou de...Joana Rocha, 18 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Embora seja uma jovem, talvez um pouco inconsciente, vivi uma situação muito perturbadora e desgastante emocionalmente com a minha tia, portadora do...Maria Ferreira, 19 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Chamo-me Eduardo Marques. 38 anos. Vendedor. Um homem, como outro qualquer. Com uma diferença para muitos outros, que o torna menos igual entre iguais -...Eduardo Marques, 38 anos, Mama, 2013Ler mais
  • Neste meu testemunho não é minha intenção descrever os medos, as angústias, os receios ou o desânimo que por vezes teimam em nos perseguir. Tenho por...Maria Peixoto, 37 anos, Mama, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias