Voltar

Anónimo

55 anos Colo-Rectal (Intestino), 2008, Doente
Fui ao médico por causa de uma constipação no dia 27 de Outubro de 2008 e duas horas depois foi-me confirmado cancro colorretal. Não tinha sintomas e só por um acaso foi detetado. Fui operada, estive naquele patamar que “não sabia se ia ou se ficava” mas cá estou eu, para partilhar tão dolorosa experiência. Não desisto, não baixei os braços, não me isolei, tive o suporte incondicional da família, amigos e colegas de trabalho. Não é fácil gerir esta nova realidade mas aprendemos a viver com certas limitações. Claro que tive medo, muito medo de partir e deixar tanto por fazer. Com esta nova oportunidade de vida que Deus me deu, tento ser uma pessoa melhor, viver um dia de cada vez, aproveitando cada momento. Ainda agora cheguei da minha caminhada diária (…). Força a todos e vamos tentar ser felizes.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Nestes quase dois anos aprendi a aceitar a minha doença mas não me deixei consumir por ela. Sou uma mulher feliz, na mesma, mãe de dois...Alexandra Guterres, 43 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2014Ler mais
  • Em maio de 2011, o mundo caiu em cima da minha cabeça, os meus pés ficaram sem chão, foi diagnosticado um cancro colo-rectal à minha mãe, com...Lara, 40 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2011Ler mais
  • Cancro do rim em 1999. Cancro do cólon em 2010. Recidiva do mesmo cancro em 2012 (há dois meses). Encontro-me à espera de nova operação dentro de pouco...Virgilio, 68 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Olá, chamo-me Solange e venho falar do meu pai que foi doente oncológico. Foram dois anos de muita luta, tenho poucas palavras para exprimir, ou saber...solange vaz, 32 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2009Ler mais
  • Em março de 2018 o meu namorado foi diagnosticado com cancro do cólon, estágio IV, com metástases no fígado.A cada...Anónimo, 25 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2018Ler mais
  • O meu testemunho não tem um final feliz, mas não queria deixar de homenagear a coragem de um pai que mesmo contra todos os diagnósticos nunca acreditou...Andreia Pires, 29 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
Apoios & Parcerias