Voltar

Anónimo

55 anos Outro, 2008, Doente
Não é fácil aceitar que se tem um cancro raro, deita tudo abaixo, pelo menos para mim, família, amigos,empresa, sonhos (alguns) foram-se. Cheguei a não ter forças para andar nem para conseguir fazer o mínimo que fosse (eu que era um poço de dinamismo e luta). (...) Mas, graças a Deus, tive sempre a capacidade de pensar e muita vontade, e isso deu-me forças para continuar...mudei-me para outra terra, e apesar de não estar curado, tudo está mais estável, e posso fazer coisas que não fazia. Mais importante, começo a ter esperança no futuro e comecei a encarar as pessoas de modo diferente, tento compreender mais, aconselhar baseado na minha experiência, observar mais o Outro. Quero refazer a minha vida em todos os planos: emocional, mental, económico, etc., apreciando agora com mais atenção o que ela me oferece. Aprendi que não posso desistir e que a vida é uma preciosidade única, e "carpe diem" passou a ser a minha divisa. Fica ainda o agradecimento àquelas pessoas que me acompanham. Acho que só um agradecimento não chega, dou-lhes a minha amizade para sempre! Obrigado!
 
Voltar

Outros Testemunhos

  • Muito cedo a vida me mostrou que o caminho que eu teria de percorrer, não iria ser fácil. Que teria de crescer muito rapidamente, e que teria de passar...Ana Paula, 37 anos, OutroLer mais
  • Tomei a liberdade de, neste pequeno mas grandioso espaço (que é este site), deixar a todos os que passaram, ou estão a passar e também para os...Daniela Pereira, 31 anos, OutroLer mais
  • Sempre fui uma pessoa feliz, apesar de todas a crises existenciais naturais a um adolescente que é tendencialmente ( e por razão nenhuma)...Raquel Peixoto, 21 anos, Outro, 2017Ler mais
  • Dia 2 de Abril de 2019, marcou a minha vida para sempre... foi-me diagnosticado um carcinoma basocelular (basalioma), ora nada mais que, um cancro de...Cátia Moreira, 32 anos, Outro, 2019Ler mais
  • Sou esposa de um doente oncológico. (…) Gostava muito de ter uma história com um final feliz mas retiro desta experiência o amor, o apoio e o carinho...Lucia Teixeira, 29 anos, Outro, 2012Ler mais
  • Olá a todos! Chamo-me Cristiana. Sou uma doente oncológica. O cancro é uma das doenças piores do mundo. Fiz exames e detetaram-me cancro. Fiz 6 sessões...Cristiana, 9 anos, Outro, 2009Ler mais
Apoios & Parcerias