Voltar

Anónimo

57 anos Colo-Rectal (Intestino), 2017, Doente
Foi-me diagnosticado cancro do cólon rectal em Maio de 2017.
Iniciei quimioterapia - injectável e via oral - em Junho desse ano e radioterapia durante o mês de agosto, num processo a que tecnicamente se designa de neoadjuvante, cujo propósito foi o de reduzir a massa tumoral, a qual se encontrava a cerca de 10 cm do orifício anal.
Fui operado no dia 13 de Outubro, numa intervenção de remoção do tumor, coroada de sucesso e cuja recuperação foi para mim surpreendentemente rápida. Iniciei a atividade profissional no dia 27 de Novembro desse ano, tendo concluído o último ciclo de quimioterapia no ultimo dia de 2017.
Partilho esta história, até esta data, de sucesso e superação, porquanto nos quadros clínicos de cancro existem, em meu entender, três dimensões que teremos sempre de ter em absoluta consideração :
1. Seguir à risca o protocolo médico e em momento algum duvidar dele.
2. Contarmos com o apoio da família e dos amigos - a partilha e a solidariedade dos que nos são mais próximos fortalece-nos.
3. Encararmos a coisa com valentia e com o sentimento que sairemos ganhadores.
E se a coisa tornar a incomodar-nos, só poderá ter a mesma resposta; LUTAR E VENCER!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em Novembro e 2016 foi diagnosticado cancro à minha mãe. Posso dizer que foi sem dúvida o pior dia da minha vida, o mundo desabou,...Vânia, 23 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2016Ler mais
  • Em 2006 o meu pai faleceu com um cancro que, pelo percebo é raro e mortal, sarcoma, mais precisamente lipo-sarcoma. Sou filha única e foram tempos muito...Cristina Madeira, 36 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2007Ler mais
  • Corria o ano de 2005 e tinha ultrapassado as seis décadas de existência de uma vida com altos e baixos, mas globalmente positiva. Estava reformado, após...José Neves, 65 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2005Ler mais
  • Perdi o meu pai no dia 27 de abril de 2010. Ainda hoje sofro muito com a sua partida, não estava a espera de perder o meu pilar tão cedo e tão depressa,...Sofia, 28 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Vai fazer 5 anos que me foi diagnosticado um cancro no cólon. Nesse dia (1/3/2011) o meu mundo virou-se do avesso e a incerteza quanto ao que se iria...Maria Pereira, 63 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2011Ler mais
  • O meu Pai (Comandante reformado da Marinha) era um jovem de 63 anos muito bem disposto, divertido, gostava de aproveitar a vida, fazia desporto, passeava os...Frederica Lima, 26 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2012Ler mais
Apoios & Parcerias