Voltar

Carla Silva

38 anos Mama, 2011, Doente
Foi no dia 23 de fevereiro que, após uma mamografia e ecografia mamária, fui confrontada com esta doença. No início fiquei sem reação. Depois veio o sentimento de revolta, de impotência. Porquê eu? Como contar ao meu filho de 10 anos? Como contar à minha mãe, que em 2006 já tinha perdido um filho com cancro no pâncreas (o meu irmão mais velho)? O meu marido foi e tem sido o meu maior suporte e se para mim foi um choque, para ele não foi menos, pois quando tinha 7 anos perdeu a mãe com esta doença que também atingiu e matou mais duas tias. Fiz a cirurgia e retirei uma parte do peito, fiz seis sessões de quimioterapia e trinta de radioterapia. Esperam-me 5 longos anos pela frente. Custou muito, passei muito mal com a quimioterapia, chorei desconsoladamente quando perdi o cabelo, as sobrancelhas e as pestanas. Mas estou cá! Sobrevivi! Se tive medo? Sim, muito! Ódio? Claro! Mas eu não o pedi, não o quis e expulsei-o da minha vida! É o que devemos fazer. Nunca desanimar!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Foi em 2006 que foi diagnosticado à minha mãe um cancro maligno da mama. O choque da notícia foi enorme mas com muito apoio da minha parte, ela superou...Vera Pereira, 29 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Tudo começou com o auto exame, numa manhã de junho quando tinha 45 anos.Detetei um caroço na axila esquerda. De imediato fui ao meu médico, pois...Maria Silva, 59 anos, Mama, 1999Ler mais
  • “Há coisas que se podem escrever quando já não dói ...”Não há datas mágicas, mas já lá vão cinco anos.No dia 18 de janeiro de 2006, ouvi a...Graça Luzia, 49 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Conheci o cancro na primeira pessoa há um ano atrás. Há um ano e um mês que convivo diariamente com ele, trato-o por tu, mas recuso-me a deixar que ele...Anita Chouriço, 39 anos, Mama, 2010Ler mais
  • A todos aqueles que percorreram o caminho mais sinuoso do mundo... A todos aqueles que o estão a percorrer... A todos aqueles que o irão percorrer......Adília Carvalho, 50 anos, Mama, 1997Ler mais
  • Poupo-vos os detalhes, o susto, o sofrimento, enfim tudo aquilo por que passam todos os que são confrontados com um qualquer tipo de cancro. A minha...anónimo, 55 anos, Mama, 2009Ler mais
Apoios & Parcerias