Voltar

Cláudia

14 anos Estômago, 2007, Familiar
Eu sei que não passei pela dor de ter cancro mas e aqueles que assistem à dor daqueles que têm cancro? Eu não estou a dizer que isso é pior... Mas sinceramente acho que também é importante ouvir-se destas histórias, porque essas pessoas que estão ao lado são as menos ouvidas. A minha avó (que foi a verdadeira vítima) era como uma espécie de melhor amiga, tínhamos uma relação muito especial... Por volta de 2007, algo não estava bem, então descobriu-se que era um cancro no estômago. Resumindo, a minha avó fez os tratamentos e melhorou muito, ainda ficámos mais chegadas. Ao fim de 4 anos, por volta da Páscoa de 2011, a minha avó começou a ficar muito mal... Não se conseguia descobrir o porquê, mas por uns exames que já tinham sido feitos ninguém esperava que fosse novamente cancro. A verdade é que meses mais tarde se descobriu que era. Desta vez não se podia operar então tentou-se a quimioterapia, mas a minha avó já estava tão fraca (de todos aqueles meses sem conseguir comer decentemente) que teve de parar com o tratamento. Aos poucos e poucos, a pessoa que eu conhecia começou a desaparecer e em novembro... Morreu. Isto não é uma história para pôr as pessoas em baixo, é para dar o meu testemunho e, atenção, nem toda a minha história foi triste, teve momentos bem felizes, o fim é que não é bem assim. Vivam todos os minutos como se fossem os últimos!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Quero partilhar com o mundo a minha felicidade, vai fazer 5 anos no dia 4 abril de 2013 que fui submetida a uma gastrectomia total do estomago...Vera Ideia, 45 anos, Estômago, 2008Ler mais
  • O cancro no meu estômago foi descoberto numa visita à minha médica de família. Eu sofria muito de reumatismo e crises de gota... Numa das consultas...Manuel Sousa, 64 anos, Estômago, 2010Ler mais
  • Em abril de 2006, tinha 40 anos, uma gastrite e muito stress na minha vida profissional. O meu médico comunicou-me que eu tinha um tumor maligno...Maria Soares, 49 anos, Estômago, 2006Ler mais
  • Todos me conhecem por Ive. Continuo a ser a "Ive" que todos conheceram, ainda com alguns medos, mas mais forte e muito mais decidida. Com 34 anos, numa...Ivelice Gonçalves, 38 anos, Estômago, 2009Ler mais
  • Em dezembro de 2004 foi-me diagnosticado um tumor maligno. Fui operada em janeiro de 2005, retiraram-me todo o estômago e tenho sobrevivido até hoje......Maria Araujo, 51 anos, Estômago, 2004Ler mais
  • Em 2001 foi-me diagnosticado cancro gástrico e, no mesmo ano, fui submetido a uma gastrectomia total. A minha mãe era portadora de Síndrome de Lynch II,...Joaquim Silva, 52 anos, Estômago, 2001Ler mais
Apoios & Parcerias