Voltar

daniela

25 anos Outro, 2011, Familiar
Espero que estas palavras ajudem para uma chamada de atenção. Perdi o meu pai há 15 dias, com uma neoplasia oculta. Tudo começou com uma dor no ombro. Uma pessoa por vezes não liga a certos sintomas e para não preocupar as pessoas que amamos não nos queixamos. Quando o fazemos é tarde de mais... Ele só tinha 54 anos. Procurem ajuda médica nos primeiros sintomas e lutem sempre. O meu pai foi um vencedor no meio disto tudo. Descobrimos a doença 15 dias antes de ele falecer, mas já não se podia fazer nada; mesmo assim, nunca desistiu, esteve sempre lúcido e, apesar das dores, tinha muita força de vontade... Por isso, lutem sempre e pedir e aceitar ajuda não é vergonha. Façam exames... Lutem por uma vida melhor.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Dou um pouco do meu testemunho, pois infelizmente o meu marido partiu, mas o IPO ensinou-me a lidar com estes casos. Aprendi a amar o próximo, a ter...Anónimo, 51 anos, OutroLer mais
  • Sou esposa de um doente oncológico. (…) Gostava muito de ter uma história com um final feliz mas retiro desta experiência o amor, o apoio e o carinho...Lucia Teixeira, 29 anos, Outro, 2012Ler mais
  • Tomei a liberdade de, neste pequeno mas grandioso espaço (que é este site), deixar a todos os que passaram, ou estão a passar e também para os...Daniela Pereira, 31 anos, OutroLer mais
  • Se o “bicho” é danado temos de ser pior que ele. Nunca se deve fazer como a avestruz. Todas as doenças podem ser fatais, se nada fizermos para as...maria cristao, 56 anos, Outro, 2008Ler mais
  • Jovem. Bem sucedido. Alimentação saudável, desportista, não fumador, não consome álcool, bons hábitos de sono. O cancro não escolhe. Nós podemos...Júlio, 31 anos, Outro, 2010Ler mais
  • Sou o Rui e tenho 33 anos. No dia 5 de março de 2015, senti-me muito mal, com muitas hemorragias e febre muito alta, que não me permitiam sequer...rui fernandes, 33 anos, Outro, 2015Ler mais
Apoios & Parcerias