Voltar

Ediléia Marcão

33 anos Linfoma Não Hodgkin, 2008, Amigo
Hoje vivo uma vida normal: tenho 33 anos, estou na faculdade, trabalho e tenho três maravilhosos filhos. Mas, em 2008 (na época tinha 24 anos), descobri um linfoma no timo. Fiz todos os tratamentos de quimioterapia e quando estava a fazer radioterapia descobri uma gestação de gémeos. Hoje o meu filho Davi tem 7 anos. Infelizmente acabei por perder o outro para Deus que me socorre todos os dias, mas posso dizer que não tenho mais vestígios da doença. Nove anos depois ainda tenho mais uma flor com que Deus me abençoou, a Maria. Tenho uma fé inabalável e por isso deixo o seguinte lema: FOCO, FÉ e FORÇA .
 
Voltar

Outros Testemunhos

  • Sou a Dina, tenho 42 anos. Aos 22 anos tive o maior pesadelo da minha vida, sem saber o que me esperava um emagrecimento repentino, um cansaço...Dina Pascoal, 42 anos, Linfoma Não Hodgkin, 1996Ler mais
  • Sou a Ana Margarida Dinis, tenho 37 anos, 2 filhos e uma família fantástica... No meu caso, saber o que era “aquilo que eu tinha” foi um alívio......Ana Dinis, 36 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2012Ler mais
  • Olá, eu tive um linfoma-marginal no pescoço. No início, foi difícil aceitar o diagnóstico, mas por incrível que possa parecer, as primeiras palavras...luis frazao, 45 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2007Ler mais
  • Infelizmente não sou testemunha de uma história de coragem, fé, otimismo e perseverança. O meu pai, diagnosticado com Linfoma Não-Hodgkin de células...Teresa Sousa, 28 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2006Ler mais
  • Aos 15 dias do mês de janeiro o meu familiar teve uma forte dor abdominal. Após várias idas às urgências, pensando...Sofia, 26 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2019Ler mais
  • Quando me foi diagnosticada a doença, a questão que coloquei imediatamente ao médico foi a de saber o que é que se tinha de fazer para atacar...Carlos Pereira, 49 anos, Linfoma Não Hodgkin, 2000Ler mais
Apoios & Parcerias