Voltar

Eduardo Lopes

19 anos Linfoma Hodgkin, 2011, Doente
Tenho 19 anos e estou doente. Em julho de 2011, pensava eu que ia ter umas férias de verão tranquilas junto dos meus amigos, a apanhar banhos de sol e a sair à noite como a maioria dos jovens. Mas o futuro mudou de figura e foi-me diagnosticado um linfoma. O facto de esta doença não ser permanente dá-me bastante força para a vencer. Apesar disso, tive que interromper os estudos e vivo, obviamente, com algumas restrições. Queremos sempre acreditar que somos imbatíveis e que nada nos atinge, mas a verdade é que, quando menos esperamos, o mundo cai aos nossos pés. Como todos dizem: o que é preciso é não baixar os braços e pensar positivo. E é assim mesmo que tenho feito. Infelizmente existe sempre alguém em pior estado ou com mais azar do que nós, por isso temos que pensar que “podia ser pior” e manter a cabeça erguida. Força!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Olá! No dia 7 de junho foi-me diagnosticado um Linfoma Hodgkin. No momento em que recebi a notícia a minha mente desligou-se totalmente porque eu sempre...Tiago Duarte, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2012Ler mais
  • Em janeiro de 2004 detetaram, através de uma TAC, que eu tinha um “linfoma hodgkin”, nessa altura estava eu hospitalizada no hospital onde rapidamente...clara martins, 25 anos, Linfoma Hodgkin, 2004Ler mais
  • Tinha eu 16 anos quando soube que o meu pai estava doente. Foi-lhe detetado um linfoma de Hodgkin e passei momentos bastante complicados. A cada dia que...Pedro Lemos, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2008Ler mais
  • Tudo começou numa tarde de calor, em que estava com um grupo de amigos e o meu namorado no rio.Na manhã seguinte, ao acordar, apalpei um diminuto...Débora Faria, 22 anos, Linfoma Hodgkin, 2014Ler mais
  • Julgo que a minha história poderá ajudar alguém doente e a sua família e também a demonstrar que o cancro não...Paulo Batista, 54 anos, Linfoma Hodgkin, 2006Ler mais
  • Não existem palavras certas para descrever aquilo que senti e aquilo que sentiram as pessoas que me rodeiam quando descobrimos que algo não estaria bem....Ana Melo, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias