Voltar

Filipa Martins

18 anos Linfoma Hodgkin, 2014, Doente
Olá! Espero que isto ajude quem esteja a passar ou que conheça alguém que esteja a passar por um cancro - especificamente, linfoma de hodgkin. Eu fui diagnosticada aos 17 anos, com estadio II do linfoma, e o tratamento demorou certa de 4 meses. O único sintoma que me levou ao médico foi um papo no pescoço! A minha família e amigos ficaram muito preocupados, mas acabamos por nos habituar a falar do assunto, o que ajuda muito a "digerir" a situação! Fiquei praticamente todo o 3º período do 12º ano sem ir às aulas, mas, estudando calmamente ao próprio ritmo, consegue fazer-se os exames nacionais. Os efeitos secundários foram, principalmente: cansaço, indisposição, aftas e, de vez em quando, neutropenia! Ah e, claro - todo o pêlo corporal desaparece! Senti mais falta dos meus amigos, do dia-a-dia de quem pode apanhar chuva e sair à noite... No entanto, o apoio de todos foi fundamental, senti o que é precisar da companhia de alguém e conheci pessoas incríveis no IPO - toda a experiência de ver a humanidade das pessoas em situações como esta muda a perspetiva de vida de qualquer um, são memórias que valorizo muito e guardo com imenso carinho. Realmente, há casos e casos e o meu pareceu-me relativamente simples. De qualquer forma, depois de tudo isto, voltar à vida normal, onde tudo está igual (e nós tão interiormente diferentes) foi o maior desafio.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Sou a Joana e tenho 17 anos. Em fevereiro deste ano foi-me diagnosticado Linfoma de Hodgkin. Era uma rapariga que tinha uma vida completamente oposta à que...Joana Seixas, 17 anos, Linfoma Hodgkin, 2011Ler mais
  • Tudo começou pela altura do Natal em 2012. Andava cansada, com suores, febre, perda de peso e, na altura, estive com varicela (…). Tudo me cansava, já...Inês Marques, 26 anos, Linfoma Hodgkin, 2013Ler mais
  • Vencer é a palavra de ordem!Início de 2012 cansada, e até algo deprimida, alto no peito, deve ser coluna... pensei, longe estava do que realmente...claudia neves, 45 anos, Linfoma Hodgkin, 2012Ler mais
  • Tudo começou com um “alto” no pescoço. Pequeno. Não me incomodava e apenas dei por ele por acaso, ao ver-me ao espelho. Achei estranho e tentei...Cláudia Bandeira, 31 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
  • Não existem palavras certas para descrever aquilo que senti e aquilo que sentiram as pessoas que me rodeiam quando descobrimos que algo não estaria bem....Ana Melo, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
  • Nunca mais me esqueço do dia em que recebo uma chamada do médico que me operou à zona da virilha e me disse “Ricardo, a situação é urgente”. A...Ricardo Mota, 30 anos, Linfoma Hodgkin, 2012Ler mais
Apoios & Parcerias