Voltar

Filomena Crespo

46 anos Mama, 2009, Doente
Foi há 2 anos que o diagnóstico chegou. Estávamos em outubro de 2009. A minha vida tentava encontrar o equilíbrio perdido devido a um divórcio no ano anterior e, sem pré-aviso, numa consulta de rotina, fui confrontada com a dura realidade. Depois de muitos exames e uma angústia sem fim, veio finalmente o diagnóstico: «carcinoma intraductal in situ». Ninguém está preparado para uma notícia destas mas se estou aqui, hoje, a deixar o meu testemunho, é para sublinhar a importância de partilhar, lutar e acreditar. Foi o que fiz. Contei à família e aos amigos mais chegados, confiei nos médicos e segui em frente. Foram 2 anos complicados, de esperas, cirurgias, reconstruções, internamentos, dores, mas tudo está ultrapassado. Hoje sinto-me ainda mais forte, com capacidade de continuar a minha luta e de ajudar quem precisar da minha ajuda. É com uma esperança renovada que encaro o novo ano e com a certeza de que a minha vida ficou mais rica depois desta experiência. Não desistir é a palavra de ordem. Felizmente há cada vez mais vencedoras que, como eu, acreditam que é possível vencer o cancro e ter uma vida normal. Força e coragem para todos!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Aprendi, durante o tempo em que estive doente, que cancro não é sinónimo de morte, mas sim sinónimo de luta!Apesar de ficarmos curadas, nunca mais...Custódia Esturra, 43 anos, Mama, 1995Ler mais
  • Nunca escrevi sobre este assunto em lado nenhum, mas parece-me que o meu testemunho pode dar esperança a outros. No ano 2000, o meu filho, na altura com 2...Maria Ferreira, 50 anos, Mama, 2004Ler mais
  • O dia da execução do "bicho": 5 de julho de 2006. Meio-dia, marcava o relógio na parede do bloco operatório. Sentia-me muito bem-disposta, mesmo depois...lucinda almeida, 50 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Olá a todas as mulheres e até homens que possam estar a sofrer desta doença. A mim foi-me diagnosticado em setembro de 2009, a princípio não era nada....Lina Garcia, 35 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Aos 58 anos, numa mamografia de rotina, foi-me diagnosticado cancro de mama. Fui operada no dia em que fiz 59 anos. Fui muito acarinhada por todo o pessoal...maria, 61 anos, Mama, 2008Ler mais
  • Foi no dia 23 de fevereiro que, após uma mamografia e ecografia mamária, fui confrontada com esta doença. No início fiquei sem reação. Depois veio o...Carla Silva, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias