Voltar

Gabriela

57 anos Mama, 1991, Doente
Em junho de 1991, depois de uma mamografia, por causa de um pequeno “altinho” na parte inferior da mama esquerda, que teimava em não desaparecer, li no relatório carcinoma maligno com 2,5 cm! O meu mundo caiu! Divorciada, com uma filha de 14 anos e eu tão nova… 37 anos! Como enfrentar? Como sobreviver ao que li? Numa época em que se desconhecia tudo, em que se tinha até medo de contar à família... Acho que foi nessa altura que percebi o quanto queria viver e o quanto queria lutar! Quanto queria ainda ser feliz! Seguiu-se a operação, a 1ª sessão de quimioterapia, a radioterapia e depois… (eu não tinha percebido que teria mais quimioterapia) de volta para mais 5 sessões... Acho que tudo se transformou numa luta de viver dia a dia e, sobretudo, aproveitar o que de bom ainda existia! Hoje, passados 21 anos, e depois de um percurso de alguns sustos (as consultas de revisão trazem-me sempre um medo terrível, afinal viver é muito bom!) estou novamente na corda bamba por causa de uma dor nas costas! E, novamente penso... Será? Não será? Mas vou enfrentar e não me deixar abater, a coragem para viver está tão forte como sempre! Afinal, 21 anos é muito tempo de felicidade e amor! E um bom médico, coragem e sorte podem fazer muita diferença para o futuro! E eu quero!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Foi-me diagnosticado cancro em setembro de 2012. Os meus filhos tinham 1 e 2 anos. Tinha acabado de amamentar o meu filho mais novo. Sentia que tinha algo...Paula, 38 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Vencer a Luta contra o Cancro.Essa luta tem várias frentes, missões e objetivos e cada um de nós pode dar o seu contributo para que...Ana Borges, 53 anos, Mama, 2001Ler mais
  • “Há coisas que se podem escrever quando já não dói ...”Não há datas mágicas, mas já lá vão cinco anos.No dia 18 de janeiro de 2006, ouvi a...Graça Luzia, 49 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Com apenas 36 anos de idade e com 2 filhas pequenas (uma com 6 anos e outra com quase 2) foi-me diagnosticado um cancro da mama. A minha maior dor foi...Sandra Santos, 45 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Olá a todos! Tenho 31 anos e desde os meus 17 que sou seguida no Hospital com fibroadenomas múltiplos nas duas mamas, fui operada 2 vezes, uma com 17 anos...Susana Lima, 31 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Antes de mais, olá a todas(os)! Quero deixar o meu testemunho para que saibam que pensamento positivo e atitude positiva podem e fazem a diferença! Nunca...Verónica Domingos, 25 anos, Mama, 2013Ler mais
Apoios & Parcerias