Voltar

Isabel Brito dos Santos

54 anos Tiróide, 2004, Familiar
Vou dar o meu testemunho para chamar as pessoas para a prevenção e para lutarem sempre, mesmo quando já não há solução. Faltavam dias para o Natal de 2004, os meus pais ficaram doentes ao mesmo tempo, o meu pai com um adenocarcinoma no estômago e a minha mãe, que nada fazia prever, com um carcinoma anaplásico na tiroide. O meu pai foi operado, tirou o estômago, fez quimioterapia e radioterapia mas sempre triste e desiludido, pois a companheira de uma vida inteira estava também internada a lutar, sempre a lutar até ao fim pela vida quando já se sabia o desfecho. Chegaram a estar internados os dois ao mesmo tempo, o meu pai desanimado mas a minha mãe sempre bem, estava sempre um bocadinho melhor mesmo quando ficou paraplégica pois já estava metastizado nos ossos. A minha mãe partiu tranquilamente no dia 26 de fevereiro de 2005 e o meu pai partiu no dia 21 de janeiro de 2007, estão os dois novamente juntos. Já passaram alguns anos, eu vou frequentemente ao médico, faço todos os exames necessários para estar bem e saudável. Posso vir a ter cancro, mas estou a lutar para que isso não aconteça, mas se acontecer que seja detetado num estado inicial e depois é lutar e seguir em frente. O conselho que dou é que vão ao médico, façam exames ao menor sinal de alerta, apesar do desfecho dos meus pais não ser bom, eu acredito que é possível ganhar a batalha.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em 2002, foi-me detetado um nódulo na tiroide. Fui a uma consulta de um bom cirurgião, que aconselhou a remoção do nódulo imediatamente. Na primeira...Ana Moço, 33 anos, Tiróide, 2002Ler mais
  • Em 2007, apareceu-me um pequeno papo no pescoço. Recorrendo a alguns médicos experientes que conheço foi rápido o diagnóstico: Tumor medular da tiroide...Miguel Silva, 56 anos, Tiróide, 2007Ler mais
  • Nunca perder a esperança colaborar com os médicos. Não ter medo de falar sobre a doença porque ao falar ajuda-nos a nós e a outros doentes a terem mais...Anónimo, 53 anos, Tiróide, 2010Ler mais
  • Em agosto de 2002 fui fazer uma ressonância magnética à coluna vertebral e qual foi o meu espanto quando o médico disse que deveria procurar com...Maria Barreiros, 50 anos, Tiróide, 2002Ler mais
  • O que está aqui escrito é mais um desabafo que um testemunho. É difícil encontrar alguém com quem possamos falar sobre este tema ainda tão tabu na...Tânia Neto, 18 anos, Tiróide, 2009Ler mais
  • Era saudável. Praticava exercício físico, fazia uma excelente alimentação, e tinha deixado de fumar há 3...Catarina, 34 anos, Tiróide, 2015Ler mais
Apoios & Parcerias