Voltar

Joana

38 anos Mama, 2015, Doente
Caiu uma bomba! Não sei exatamente o dia, sei que era um sábado antes do dia do Pai! Primeiro neguei até conseguir uma confirmação do que vinha no relatório. Depois chorei, chorei e chorei! Não queria esta luta. Não queria deixar de cuidar da minha filha. Não queria deixá-la sem mãe. Não queria abalar a vida do meu marido. Não queria deixar o meu desporto que tanto gosto e tanta falta me faz. Não queria nada disto mas não há quereres. Ninguém quer mas tal como na lotaria, às vezes somos premiados. Resta-nos lutar com dias de muito otimismo. É uma luta que para mim ainda agora começou. Só fiz a cirurgia! Deixei o meu desporto há 2 meses. Deixei metade de cada mama. Deixei a minha filha por uns dias. Deixei o meu marido preocupado. Abalei a família que não o demonstra. Eu não o demonstro. Mas tenho um nó na garganta e muitas vezes só me apetece chorar e berrar: “Porquê a mim?!”, “Porquê agora?!”. Outros dias, sorrio e penso: “Vai correr tudo bem. Já o tirei de dentro de mim, vou fazer os tratamentos e, em breve, terei toda a minha vida de volta!”.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em julho de 2006, tinha eu 20 anos, o meu mundo tremeu. No dia em que a minha mãe fez uma mamografia, soube-se que tinha cancro da mama. Entretanto, em...Diana Damião, 27 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Foi precisamente há 4 anos que foi diagnosticado cancro da mama na minha mãe. Quando soube nem queria acreditar, o meu coração caiu, senti um enorme...Carmen Iglesias, 22 anos, MamaLer mais
  • Bom dia. Venho dar coragem a todos os doentes que estão a passar por esta doença sem aviso porque, felizmente, tenho uma tia que teve cancro da mama em...Anonimo, 42 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Fui diagnosticada com cancro inflamatório da mama, em dezembro de 2013. Com uma filha de 3 anos e meio, não me restou senão...Vera Fernandes, 34 anos, Mama, 2013Ler mais
  • Tudo começou com o auto exame, numa manhã de junho quando tinha 45 anos.Detetei um caroço na axila esquerda. De imediato fui ao meu médico, pois...Maria Silva, 59 anos, Mama, 1999Ler mais
  • Vencer a Luta contra o Cancro.Essa luta tem várias frentes, missões e objetivos e cada um de nós pode dar o seu contributo para que...Ana Borges, 53 anos, Mama, 2001Ler mais
Apoios & Parcerias