Voltar

Joana Matias

31 anos Mama, 2018, Doente
Foi em Outubro de 2018, quando numa ecografia de rotina, me foi diagnosticado o carcinoma mamário!
Tinha 30 anos e não queria acreditar que esta doença também tinha encontrado lugar no meu corpo. Neste momento ainda continuo em luta, mas desde o primeiro dia que me mentalizei que o importante era o caminho que tinha pela frente, o tratar da doença e resolver ficar bem, sem lamentações (porque ninguém escolhe ficar doente e muito menos uma doença oncológica). Não podia pensar no que devia ter feito ou no que me provocou isto. Era o agora que importava, era e é o amor de todos que me rodeiam que me dão as forças necessárias, coragem e esperança para lutar dia a dia.
É sorrir todos os dias perante esta realidade e confiar que somos mais fortes que este “menino”!
Claro que há dias e dias, os efeitos dos tratamentos nem sempre são fáceis, mas nunca perder a esperança (por mais que às vezes nos soltem umas lágrimas de desânimo).
Muita força e coragem a todos os que estão nesta luta, familiares e amigos.
SORRIR É SEMPRE O MELHOR REMÉDIO!
#hope&faith&love
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tinha 30 anos, uma vida inteira pela frente e a certeza de que iria ver a minha filha, que na altura tinha 2 anos, a crescer. Um dia, no duche, senti um...Ana Marques, 32 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Boa noite. Tenho cancro de mama desde 2006, tinha apenas 38 anos, tendo feito cirurgia, quimioterapia e radioterapia durante os anos de 2006 e 2007. Devido...Maria Mendonça, 43 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Foi-me diagnosticado cancro da mama triplo negativo (…). A fase do diagnóstico foi terrível mas percebi que a solução era...Claudia Gonçalves, 46 anos, Mama, 2018Ler mais
  • Foi precisamente há 4 anos que foi diagnosticado cancro da mama na minha mãe. Quando soube nem queria acreditar, o meu coração caiu, senti um enorme...Carmen Iglesias, 22 anos, MamaLer mais
  • Quero deixar o meu testemunho porque o acho importante. Sou uma pessoa muito cuidadosa, com a saúde dos meus e com a minha. Quando em abril de 1984...Belém Bispo, 67 anos, Mama, 1985Ler mais
  • (...) Estava envolvida num projecto profissional intenso em Lisboa, faltava-me tempo para parar e pensar... Mas estava muito assustada com o nódulo no...Fernanda Simões, 46 anos, Mama, 2005Ler mais
Apoios & Parcerias