Voltar

Joana Seixas

17 anos Linfoma Hodgkin, 2011, Doente
Sou a Joana e tenho 17 anos. Em fevereiro deste ano foi-me diagnosticado Linfoma de Hodgkin. Era uma rapariga que tinha uma vida completamente oposta à que tenho hoje. Pensei durante algum tempo que ia morrer, que isto não me podia acontecer a mim, que sou nova de mais para ter de passar por tudo isto. Mas a verdade é que nada podemos fazer para fugir desta doença, mas não é tão maldita quanto isso. Esta doença também tem coisas boas, a mim fez-me enfrentar a vida de outro modo, a olhar para as pequenas coisas com grande importância, a preocupar-me mais com o próximo, a ser mais humilde. Esta doença mudou-me totalmente e, sem dúvida, que foi uma mudança positiva. Quero deixar o meu testemunho e deixar uma palavra de força a quem está numa situação semelhante. O que eu senti quando me diagnosticaram a doença foi simplesmente desespero, fiquei aterrorizada com tudo o que se estava a passar, mas depois de me ter informado e aceitado passei a pensar assim: “Tenho esta doença, vou combatê-la, não sei como será, mas quero lutar e agarrar-me à vida”. Sei que para alguns é muito complicado conseguirem interiorizar o facto de ter cancro, mas pensem que depois da tempestade vem sempre o bom tempo, tenham fé e acreditem sempre que o amanhã será melhor, que será sempre tudo melhor! Já fiz 9 sessões de quimioterapia, vou amanhã para a 10ª e depois dessa só me irão faltar apenas duas. Estou entusiasmada pelo facto de depois de tanta luta até aqui conseguir ver a luz ao fundo do túnel, por isso, valeu a pena lutar e vai continuar a valer a pena até ao fim porque viver vale sempre a pena! Não se preocupem se vão ter de abdicar de algumas coisas, como a queda de cabelo, por exemplo, não importa o cabelo que cai, o que importa é que vamos ficar bem e que ele depois volta a crescer! Apoiem-se também nas pessoas mais próximas de vocês, sei que se não tivesse o apoio da minha mãe, do meu namorado e da minha família em geral, não teria conseguido viver esta doença da melhor maneira possível! Espero que ajude alguém com o meu testemunho, é muito importante para mim que o consiga fazer! Força!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Nunca mais me esqueço do dia em que recebo uma chamada do médico que me operou à zona da virilha e me disse “Ricardo, a situação é urgente”. A...Ricardo Mota, 30 anos, Linfoma Hodgkin, 2012Ler mais
  • Tudo começou numa tarde de calor, em que estava com um grupo de amigos e o meu namorado no rio.Na manhã seguinte, ao acordar, apalpei um diminuto...Débora Faria, 22 anos, Linfoma Hodgkin, 2014Ler mais
  • Bem, nem sempre é fácil escrever aquilo pelo que passamos. Nem sempre é fácil transmitir o que sentimos através de palavras. Mas após algum tempo a...Filipe Garcia, 21 anos, Linfoma Hodgkin, 2008Ler mais
  • Não existem palavras certas para descrever aquilo que senti e aquilo que sentiram as pessoas que me rodeiam quando descobrimos que algo não estaria bem....Ana Melo, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
  • Tudo começou pela altura do Natal em 2012. Andava cansada, com suores, febre, perda de peso e, na altura, estive com varicela (…). Tudo me cansava, já...Inês Marques, 26 anos, Linfoma Hodgkin, 2013Ler mais
  • Em fevereiro de 2005, devido a uma dor que sentia numa axila, fui ao médico, que na altura optou por fazer uma ecografia seguida de biópsia, em que foi...Vera Baltar, 31 anos, Linfoma Hodgkin, 2005Ler mais
Apoios & Parcerias