Voltar

Joana Seixas

17 anos Linfoma Hodgkin, 2011, Doente
Sou a Joana e tenho 17 anos. Em fevereiro deste ano foi-me diagnosticado Linfoma de Hodgkin. Era uma rapariga que tinha uma vida completamente oposta à que tenho hoje. Pensei durante algum tempo que ia morrer, que isto não me podia acontecer a mim, que sou nova de mais para ter de passar por tudo isto. Mas a verdade é que nada podemos fazer para fugir desta doença, mas não é tão maldita quanto isso. Esta doença também tem coisas boas, a mim fez-me enfrentar a vida de outro modo, a olhar para as pequenas coisas com grande importância, a preocupar-me mais com o próximo, a ser mais humilde. Esta doença mudou-me totalmente e, sem dúvida, que foi uma mudança positiva. Quero deixar o meu testemunho e deixar uma palavra de força a quem está numa situação semelhante. O que eu senti quando me diagnosticaram a doença foi simplesmente desespero, fiquei aterrorizada com tudo o que se estava a passar, mas depois de me ter informado e aceitado passei a pensar assim: “Tenho esta doença, vou combatê-la, não sei como será, mas quero lutar e agarrar-me à vida”. Sei que para alguns é muito complicado conseguirem interiorizar o facto de ter cancro, mas pensem que depois da tempestade vem sempre o bom tempo, tenham fé e acreditem sempre que o amanhã será melhor, que será sempre tudo melhor! Já fiz 9 sessões de quimioterapia, vou amanhã para a 10ª e depois dessa só me irão faltar apenas duas. Estou entusiasmada pelo facto de depois de tanta luta até aqui conseguir ver a luz ao fundo do túnel, por isso, valeu a pena lutar e vai continuar a valer a pena até ao fim porque viver vale sempre a pena! Não se preocupem se vão ter de abdicar de algumas coisas, como a queda de cabelo, por exemplo, não importa o cabelo que cai, o que importa é que vamos ficar bem e que ele depois volta a crescer! Apoiem-se também nas pessoas mais próximas de vocês, sei que se não tivesse o apoio da minha mãe, do meu namorado e da minha família em geral, não teria conseguido viver esta doença da melhor maneira possível! Espero que ajude alguém com o meu testemunho, é muito importante para mim que o consiga fazer! Força!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tenho 19 anos e estou doente. Em julho de 2011, pensava eu que ia ter umas férias de verão tranquilas junto dos meus amigos, a apanhar banhos de sol e a...Eduardo Lopes, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2011Ler mais
  • Tinha 14 anos quando me diagnosticaram linfoma Hodgkin. Vivia num Alentejo num tempo sem computadores nem informação. Não sabia o que era o cancro... No...Ana Silva, 37 anos, Linfoma Hodgkin, 1988Ler mais
  • Não existem palavras certas para descrever aquilo que senti e aquilo que sentiram as pessoas que me rodeiam quando descobrimos que algo não estaria bem....Ana Melo, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
  • Tinha eu 16 anos quando soube que o meu pai estava doente. Foi-lhe detetado um linfoma de Hodgkin e passei momentos bastante complicados. A cada dia que...Pedro Lemos, 19 anos, Linfoma Hodgkin, 2008Ler mais
  • Tudo começou numa tarde de calor, em que estava com um grupo de amigos e o meu namorado no rio.Na manhã seguinte, ao acordar, apalpei um diminuto...Débora Faria, 22 anos, Linfoma Hodgkin, 2014Ler mais
  • Tudo começou com um “alto” no pescoço. Pequeno. Não me incomodava e apenas dei por ele por acaso, ao ver-me ao espelho. Achei estranho e tentei...Cláudia Bandeira, 31 anos, Linfoma Hodgkin, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias