Voltar

Lara

40 anos Colo-Rectal (Intestino), 2011, Familiar
Em maio de 2011, o mundo caiu em cima da minha cabeça, os meus pés ficaram sem chão, foi diagnosticado um cancro colo-rectal à minha mãe, com metástases no pulmão e fígado, o diagnóstico não podia ser pior. Seguiu-se o internamento para a cirurgia (remoção do tumor colo-retal). Terminado o processo de recuperação da cirurgia, seguiu-se a quimioterapia. Passou quase um ano e durante este tempo, não tem sido fácil, a luta é diária, no entanto, posso afirmar que a minha mãe me deu e continua a dar uma lição de vida, coragem e força, nunca desistiu, nunca perdeu a esperança e sempre com um sorriso. Por tudo isto, todos os que passam por este processo doloroso são sem dúvida uns heróis e heroínas. A minha mãe é a minha heroína, força mãe, precisamos de ti. Amamos-te!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tenho 37 anos e sou mãe de um rapaz de 11 anos que é a minha vida! Mas há 16 meses atrás tudo mudou quando me foi diagnosticado um adenocarcinoma no...olívia silva, 37 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
  • Olá, chamo-me Solange e venho falar do meu pai que foi doente oncológico. Foram dois anos de muita luta, tenho poucas palavras para exprimir, ou saber...solange vaz, 32 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2009Ler mais
  • Em 2006 o meu pai faleceu com um cancro que, pelo percebo é raro e mortal, sarcoma, mais precisamente lipo-sarcoma. Sou filha única e foram tempos muito...Cristina Madeira, 36 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2007Ler mais
  • Em setembro de 2009 foi-me diagnosticado cancro no intestino, depois de muitos dias de internamento no hospital (...). Em novembro do mesmo ano fui...Celina Rodrigues, 53 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2009Ler mais
  • Fui ao médico por causa de uma constipação no dia 27 de Outubro de 2008 e duas horas depois foi-me confirmado cancro colorretal. Não tinha sintomas e...Anónimo, 55 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2008Ler mais
  • É com grande tristeza que eu estou a dar o meu testemunho pois infelizmente perdi a minha mãe em 7 meses, com um tumor no recto. Sinto-me derrotada pois...Almerinda Marta, 36 anos, Colo-Rectal (Intestino), 2010Ler mais
Apoios & Parcerias