Voltar

Liliana Silva

25 anos Boca/Língua, 2010, Familiar
Decidi escrever um pouco do que me vai na alma pensando que poderei estar a ajudar alguém, e, sobretudo, para homenagear desta pequena forma a grande heroína da minha vida - a minha mãe! Sem motivos ou razões aparentes apareceu uma pequena afta na boca que se tornou no nosso pior pesadelo - o diagnóstico estava feito, um carcinoma espinocelular da boca. Continuo em pânico desde o dia 20 de Outubro de 2010, o dia em que tudo desabou nas nossas vidas. O medo apodera-se de mim sem que eu consiga controlar... mas a verdade é que ela continua serena e tranquila. Com uma fé enorme e com a esperança renovada todos os dias. Desde esse dia, já passou pela operação, e está neste momento a acabar as 6 semanas intensas de radioterapia... Daqui para a frente ninguém sabe o que se passará. Mas de uma coisa tenho a certeza: a minha mãe é a pessoa mais corajosa e lutadora que conheço. É na força dela que eu encontro a minha. Se este ponto é já uma meta vencida, então espero que as outras sigam o mesmo rumo. A todos os que estão a passar pela mesma dor, por todos os que já passaram e de alguma forma venceram o cancro, deixo estas minhas palavras de coragem, força e esperança, ainda que eu neste momento esteja a lutar por todas elas.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Vivo um dia de cada vez e com todas as informações que recebo no Instituto Português de Oncologia.Sou positiva por natureza e esta fase é mais um...Maria Diias, 63 anos, Boca/Língua, 2014Ler mais
  • Sou uma lutadora e todos os dias agradeço a Deus a oportunidade de continuar a viver mesmo com as minhas limitações. Em 2001 fui operada pela primeira...Ana Brito, 55 anos, Boca/Língua, 2001Ler mais
  • Inicialmente foi-me diagnosticado o tumor de Warthin. Após a cirurgia para remoção completa da parótida, recebi a má notícia: carcinoma...Helder Sá, 56 anos, Boca/Língua, 2012Ler mais
  • Olá, antes de mais uma palavra de muita força e coragem para quem sente esta dor. Em novembro de 2011 foi detetado um carcinoma adenóide quistico ao meu...carla santos, 35 anos, Boca/Língua, 2010Ler mais
  • É fundamental a partilha de informação e de experiências! É fundamental conhecermos o nosso corpo e as suas alterações! É fundamental conhecermos os...João Fonseca, 48 anos, Boca/Língua, 1994Ler mais
Apoios & Parcerias