Voltar

Luis Bernardo

56 anos Pulmão, 2010, Doente
Depois de ler vários testemunhos, achei por bem dar a conhecer o meu com o intuito de poder ajudar alguém dando-lhe força para superar cada dia que passa. Foi-me diagnosticado o cancro do pulmão em julho de 2010, depois de ter sido internado em janeiro do mesmo ano com um derrame pleural no hospital. Estou com o tratamento de quimioterapia desde agosto de 2010 no IPO, com profissionais de saúde fantásticos. Quando recebi a notícia, o mundo desabou sobre mim e a minha família. Depois de me recompor mentalmente nesse mesmo dia, disse para mim mesmo que ia à luta, que este desafio era para vencer, pois já tinha vencido outros ao longo da vida. Sempre fui bastante otimista, com muita atitude mental positiva, e com a autoestima elevada. Confesso que me tem ajudado, não penso na doença, sei que existe, e vivo a vida com alegria, pois gosto muito de viver e vou continuar a viver. Todos os dias digo para mim e escrevo num bloco dezenas de vezes estas frases. Venci o cancro, tenho saúde, dou ordens ao meu subconsciente, é assim que quero que funcione. A todos quantos lutam contra esta doença, quero que tenham toda a força interior para a vencerem. Eu entendo que podemos fazer parte da cura, com o apoio médico, e nós em Portugal temos bons profissionais saúde. Até sempre.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Foi-me diagnosticado um tumor no pulmão esquerdo em julho de 2009. Foi-me dito que apenas se poderia fazer tratamento, pois a cirurgia era inviável devido...Augusto Lourenço, 70 anos, Pulmão, 2009Ler mais
  • Vivi intensamente esta doença através do meu pai a quem foi diagnosticado um cancro pulmonar em 2005. Venceu algumas batalhas mas a sua luz apagou-se em...Joaquim Moreira, 36 anos, Pulmão, 2005Ler mais
  • Hoje recebi a notícia que ninguém pensa ouvir: cancro do pulmão. Sinto-me à toa e não sei como irei arranjar forças para enfrentar a doença, mas vou...Manuel José, 44 anos, Pulmão, 2012Ler mais
  • Esta é a batalha que nunca nos imaginamos a passar. São coisas que vemos acontecerem a outros, temos pena, mas não imaginamos o...Ana Oliveira, 18 anos, Pulmão, 2015Ler mais
  • Neste ano de 2012, foi diagnosticado ao meu pai cancro no pulmão com metástases na cabeça. Estava a trabalhar no Algarve quando o meu pai começou a...Sandra Félix, 30 anos, Pulmão, 2012Ler mais
  • Já tinha pensado deixar aqui o meu testemunho quando este caminho começou, mas achava que ainda estava tudo no início para poder fazer a diferença. Não...Vanda Santos, 23 anos, Pulmão, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias