Voltar

Manuela Moreira

49 anos Mama, 2003, Doente
Em 2003 fui surpreendida com um cancro da mama, mas posso dizer que além do choque existia uma leve calma. Fui operada três vezes em apenas 4 meses. Tive muito apoio dos voluntários do IPO e aprendi a ter muita fé e força de viver. Não é fácil, mas é possível. Faz mais sentido dar valor a coisas pequeninas, que antigamente nem sabia que existiam. Passados 7 anos ainda luto contra o cancro mas o meu saber viver é muito mais valioso e não me deixo vencer. Com o cancro descobri outros talentos na minha vida que estavam escondidos pela dor, porque não os pude realizar antes. Hoje pinto quadros, faço artesanato, canto, tudo o que eu sonhava e afinal concretizei os meus sonhos.Então aceitei esta doença como crescimento e hoje estou feliz.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Faz dois anos (2010) em que foi diagnosticado um cancro no peito da minha esposa, não aceitou o problema que tinha e mentiu. Lembro como se fosse hoje: fui...JOAO, 36 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Corria o ano de 2010. Era um ano de novas esperanças, com o nascimento de uma nova neta. As forças já tinham sido retemperadas com o usufruto de...Marco Santos, 59 anos, Mama, 2010Ler mais
  • E um dia tudo muda... Estudava para um teste de psicologia quando a minha mãe entrou em casa de olhos baixos, era qualquer coisa, não sabia bem, vieram as...Sandra Jorge, 34 anos, Mama, 1995Ler mais
  • O dia da execução do "bicho": 5 de julho de 2006. Meio-dia, marcava o relógio na parede do bloco operatório. Sentia-me muito bem-disposta, mesmo depois...lucinda almeida, 50 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Quero falar de vida!Em 2004 foi-me diagnosticado cancro da mama. E pensei - e agora? Depois de algumas lágrimas argumentei comigo: tens um problema- ...madalena Santos, 56 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Olá a todas as mulheres e até homens que possam estar a sofrer desta doença. A mim foi-me diagnosticado em setembro de 2009, a princípio não era nada....Lina Garcia, 35 anos, Mama, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias