Voltar

Manuela Moreira

49 anos Mama, 2003, Doente
Em 2003 fui surpreendida com um cancro da mama, mas posso dizer que além do choque existia uma leve calma. Fui operada três vezes em apenas 4 meses. Tive muito apoio dos voluntários do IPO e aprendi a ter muita fé e força de viver. Não é fácil, mas é possível. Faz mais sentido dar valor a coisas pequeninas, que antigamente nem sabia que existiam. Passados 7 anos ainda luto contra o cancro mas o meu saber viver é muito mais valioso e não me deixo vencer. Com o cancro descobri outros talentos na minha vida que estavam escondidos pela dor, porque não os pude realizar antes. Hoje pinto quadros, faço artesanato, canto, tudo o que eu sonhava e afinal concretizei os meus sonhos.Então aceitei esta doença como crescimento e hoje estou feliz.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Corria o mês de Julho, quando a minha mãe foi solicitada para realizar o rastreio do cancro da mama. Ao princípio recusou, na verdade, nunca gostou de...Joana Rocha, 18 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Em janeiro de 2008, eu e a minha mulher estávamos super felizes. Descobrimos que ela estava grávida do nosso segundo filho. Tínhamos tido o primeiro em...hugo santos, 29 anos, Mama, 2008Ler mais
  • Faz dois anos (2010) em que foi diagnosticado um cancro no peito da minha esposa, não aceitou o problema que tinha e mentiu. Lembro como se fosse hoje: fui...JOAO, 36 anos, Mama, 2010Ler mais
  • (...) Estava envolvida num projecto profissional intenso em Lisboa, faltava-me tempo para parar e pensar... Mas estava muito assustada com o nódulo no...Fernanda Simões, 46 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Em julho de 2006, tinha eu 20 anos, o meu mundo tremeu. No dia em que a minha mãe fez uma mamografia, soube-se que tinha cancro da mama. Entretanto, em...Diana Damião, 27 anos, Mama, 2006Ler mais
  • Foi-me diagnosticado um cancro de mama há 5 anos num exame de rotina - mamografia e ecografia - que faço regularmente desde os 39 anos. Parecia bizarro,...Maria, 54 anos, Mama, 2006Ler mais
Apoios & Parcerias