Voltar

Manuela Moreira

49 anos Mama, 2003, Doente
Em 2003 fui surpreendida com um cancro da mama, mas posso dizer que além do choque existia uma leve calma. Fui operada três vezes em apenas 4 meses. Tive muito apoio dos voluntários do IPO e aprendi a ter muita fé e força de viver. Não é fácil, mas é possível. Faz mais sentido dar valor a coisas pequeninas, que antigamente nem sabia que existiam. Passados 7 anos ainda luto contra o cancro mas o meu saber viver é muito mais valioso e não me deixo vencer. Com o cancro descobri outros talentos na minha vida que estavam escondidos pela dor, porque não os pude realizar antes. Hoje pinto quadros, faço artesanato, canto, tudo o que eu sonhava e afinal concretizei os meus sonhos.Então aceitei esta doença como crescimento e hoje estou feliz.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em janeiro de 2005 apercebi-me de um inchaço na mama esquerda, consultei o médico (…). Fiz anti-inflamatórios, antibióticos, mas nada, até que...Sandra Santos, 43 anos, Mama, 2005Ler mais
  • A minha história será mais uma aqui apresentada. Mas tenho fé e quero acreditar que tudo vai correr bem comigo e com o meu bebé. Estou grávida de 13...Maria Enes, 29 anos, Mama, 2014Ler mais
  • Foi-me diagnosticado um tumor maligno em 2007 fui operada e foi-me tirado o peito. É uma luta grande que se tem que enfrentar, não há volta a dar vamos...Debora Krippahl, 51 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Após uma consulta de rotina de ginecologia, e consequente mamografia, foi-me diagnosticado carcinoma da mama no dia 27 de julho de 2012. Esse dia foi, sem...Cristina Caeiro, 41 anos, Mama, 2012Ler mais
  • Chamo-me Rosa, tenho 49 anos. Em agosto de 2010 foi-me diagnosticado um carcinoma invasivo da mama de grau III. Passei por 6 sessões de quimioterapia com...Rosa pereira, 49 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Eu tive cancro de mama. Quando soube, foi como se se abrisse um poço sem fundo, mas consegui com a força de amigos e família. Por isso, digo a quem tem...Graciete Santos, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias