Voltar

margarida manuela alves ferreira

51 anos Mama, 2004, Doente
A primeira vez que ouvi a palavra cancro tinha onze anos e foi quando perdi o meu pai. Estávamos em 1975 e na época o cancro era chamado de "doença má".Em 200, também tive uma doença má, um cancro da mama. Fui mastectomizada à mama direita e retirei o quadrante superior da mama esquerda mas, desde o primeiro dia, tratei o cancro pelo seu nome próprio e foi uma luta de igual para igual.Foi uma luta dura, mas eu fui vencedora porque é assim que devemos encarar esta doença.Força, determinação, esperança e sobretudo a certeza que vai vencer o mais forte. E o mais forte fui eu!É preciso acreditar, mas acreditar sempre!Nunca me senti discriminada, nunca. E é com muito orgulho que passados 11 anos assisto diariamente a cada vez mais casos de sucesso.Um muito obrigado aos investigadores, aos médicos, aos enfermeiros, aos auxiliares, aos voluntários que todos os dias dão o seu melhor para nos ajudar a vencer estas batalhas.Mudei muito como pessoa. Hoje relativizo muito mais os problemas. Nada é mais importante que a nossa saúde e "se Deus me poupou, alguma causa ele encontrou!".Um Bem Hajam!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Corria o ano de 2010. Era um ano de novas esperanças, com o nascimento de uma nova neta. As forças já tinham sido retemperadas com o usufruto de...Marco Santos, 59 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Eu tive cancro de mama. Quando soube, foi como se se abrisse um poço sem fundo, mas consegui com a força de amigos e família. Por isso, digo a quem tem...Graciete Santos, 38 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Olá a todos! Resolvi também colaborar com o meu diagonóstico, visto que aprendemos uns com os outros. Foi-me diagonosticado um tumor na mama esquerda em...Vitória Soares, 52 anos, Mama, 2010Ler mais
  • (...) Estava envolvida num projecto profissional intenso em Lisboa, faltava-me tempo para parar e pensar... Mas estava muito assustada com o nódulo no...Fernanda Simões, 46 anos, Mama, 2005Ler mais
  • A todos aqueles que percorreram o caminho mais sinuoso do mundo... A todos aqueles que o estão a percorrer... A todos aqueles que o irão percorrer......Adília Carvalho, 50 anos, Mama, 1997Ler mais
  • Aos 58 anos, numa mamografia de rotina, foi-me diagnosticado cancro de mama. Fui operada no dia em que fiz 59 anos. Fui muito acarinhada por todo o pessoal...maria, 61 anos, Mama, 2008Ler mais
Apoios & Parcerias