Voltar

margarida manuela alves ferreira

51 anos Mama, 2004, Doente
A primeira vez que ouvi a palavra cancro tinha onze anos e foi quando perdi o meu pai. Estávamos em 1975 e na época o cancro era chamado de "doença má".Em 200, também tive uma doença má, um cancro da mama. Fui mastectomizada à mama direita e retirei o quadrante superior da mama esquerda mas, desde o primeiro dia, tratei o cancro pelo seu nome próprio e foi uma luta de igual para igual.Foi uma luta dura, mas eu fui vencedora porque é assim que devemos encarar esta doença.Força, determinação, esperança e sobretudo a certeza que vai vencer o mais forte. E o mais forte fui eu!É preciso acreditar, mas acreditar sempre!Nunca me senti discriminada, nunca. E é com muito orgulho que passados 11 anos assisto diariamente a cada vez mais casos de sucesso.Um muito obrigado aos investigadores, aos médicos, aos enfermeiros, aos auxiliares, aos voluntários que todos os dias dão o seu melhor para nos ajudar a vencer estas batalhas.Mudei muito como pessoa. Hoje relativizo muito mais os problemas. Nada é mais importante que a nossa saúde e "se Deus me poupou, alguma causa ele encontrou!".Um Bem Hajam!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Por mais incrível que pareça, a doença foi-me diagnosticada no mês em que comemoramos a luta contra o cancro da mama... Mas começando pelo início para...Marina, 34 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Sorrir para a vida! A minha história resume-se às seguintes palavras: força, fé, coragem, determinação, amor, amizade, esperança, sorriso e vida. Sou...Ana Morais, 45 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Tinha 42 anos, um marido maravilhoso, dois filhos lindos de 17 e 12 anos, família e amigos e nada me fazia desconfiar do que estava para vir. Fui fazer...Maria Soares, 43 anos, Mama, 2010Ler mais
  • “Há coisas que se podem escrever quando já não dói ...”Não há datas mágicas, mas já lá vão cinco anos.No dia 18 de janeiro de 2006, ouvi a...Graça Luzia, 49 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Tinha acabado de saber que a minha filha ia ser internada para fazer uma laparoscopia com vista a determinar as causas da infertilidade com que lutava há...helena santos, 56 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Em julho de 2011, com 50 anos, apalpei um “caroço” na mama esquerda. Imediatamente, fui fazer ecografia e mamografia e o médico foi direto: tinha...Maria João, 52 anos, Mama, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias