Voltar

Maria

54 anos Mama, 2006, Doente
Foi-me diagnosticado um cancro de mama há 5 anos num exame de rotina - mamografia e ecografia - que faço regularmente desde os 39 anos. Parecia bizarro, tinha estado há 4 meses no ginecologista e tudo estava aparentemente bem... A nadar na piscina, apercebi-me que a mama estava ligeiramente mais dura e fui de imediato fazer o exame, mesmo em data anterior ao pedido. A médica informou-me que havia ali alguma anomalia que seria necessário confirmar com realização de biópsia e com o maior profissionalismo e empenho entregou-me de imediato o relatório e marcou-me a biópsia. Confirmou-se a existência de Carcinoma. Rapidamente recolhi opiniões, escolhi o cirurgião, fui operada dali a uma semana - foi feita uma tumorectomia, com esvaziamento axial, conservando a mama, portanto, e por questões de prudência, fiz radioterapia, que correu lindamente. Neste momento ainda estou a fazer hormonoterapia e estou ótima, com tudo controlado e sem edema no braço, porque obedeço fielmente ao meu médico. Devo confessar que acreditei sempre que tudo iria correr bem porque merecia e isso foi uma ajuda excelente, para além de alguma força superior, da família e amigos, como é óbvio. Cada caso é um caso, mas aconselho basicamente o seguinte: “agir o mais rapidamente possível e de uma forma racional, não ficar assustada com a palavra cancro, é uma doença tratável; acreditar no médico ou equipa escolhida sem se dispersar e, por último, resistir sempre e nunca desistir. Em suma, tratar-se e manter-se vigilante - porque o cancro vai provavelmente visitar-nos um dia a todos, só não sabemos quando as células deixam de ir à escola...
Voltar

Outros Testemunhos

  • (...) Estava envolvida num projecto profissional intenso em Lisboa, faltava-me tempo para parar e pensar... Mas estava muito assustada com o nódulo no...Fernanda Simões, 46 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Com apenas 28 anos de idade, em agosto de 2005, num autoexame descobri um pequeno caroço que se veio a confirmar ser um carcinoma. Como podem calcular foi...Gisela Marmelo, 34 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Quero falar de vida!Em 2004 foi-me diagnosticado cancro da mama. E pensei - e agora? Depois de algumas lágrimas argumentei comigo: tens um problema- ...madalena Santos, 56 anos, Mama, 2004Ler mais
  • Sou uma mulher de entre tantas que, de um momento para o outro, sentiram a sua vida virada do avesso ao ser-me diagnosticado um cancro na mama. Tinha 39...Ana Costa, 45 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Em julho de 2007 foi-me diagnosticado um cancro de mama. No dia do meu aniversário, 11-08-2007, o meu marido pediu-me em casamento à minha filha....Helena Pereira, 48 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Neste meu testemunho não é minha intenção descrever os medos, as angústias, os receios ou o desânimo que por vezes teimam em nos perseguir. Tenho por...Maria Peixoto, 37 anos, Mama, 2010Ler mais
Apoios & Parcerias