Voltar

Maria

55 anos Mama, 2010, Familiar
Quando estamos perante o diagnóstico de cancro, em nós ou nos nossos entes queridos, tudo à nossa volta parece desmoronar-se e subitamente sentimo-nos perdidos no meio da tempestade, algures no deserto. O grande milagre é acreditar que vamos conseguir ter força para sair dali. Temos emergência em encontrar alguém (talvez um anjo) que nos resgate, que nos tire da tempestade e nos leve para um clima de tranquilidade, confiança e esperança. Foi isto que senti em 2010 quando soube do diagnóstico de cancro da mama na minha mãe e a equipe de anjos (de saúde) que nos socorreu foi fantástica. A todos os profissionais de saúde que nos ajudaram ficarei eternamente grata e agradeço a Deus (ao meu) pelo dom que lhes dá por tão bem saberem ajudar os outros em situações de catástrofe física e emocional. A minha mensagem é de esperança e acreditem em algo (Deus, Vida ou outra coisa) porque isso dá força para continuar no nosso caminho.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Com 48 anos, robusta e saudável, fui fazer a mamografia e ecografia de rotina. A demora do médico a observar e a comparar as radiografias, o pedido à...Maria Oliveira, 52 anos, Mama, 2008Ler mais
  • Com apenas 28 anos de idade, em agosto de 2005, num autoexame descobri um pequeno caroço que se veio a confirmar ser um carcinoma. Como podem calcular foi...Gisela Marmelo, 34 anos, Mama, 2005Ler mais
  • Olá! Venho contar a história da minha mãe, que é a pessoa mais corajosa que eu conheço. Eu tinha 15 anos e a minha irmã 10 ou 11 anos, quando a minha...simone nunes, 27 anos, Mama, 1999Ler mais
  • Faz esta semana um ano que recebi uma das piores notícias da vida: tinha cancro de mama. Foi um turbilhão de emoções, de perguntas, enfim, muita coisa....Teresa Porto, 29 anos, Mama, 2011Ler mais
  • Todas as noites visito esta página para, de alguma forma, não me sentir só neste sofrimento que é perder a mãe (a melhor do mundo) com esta doença...Sara, 43 anos, Mama, 2014Ler mais
  • A vida parecia correr às mil maravilhas: pessoa saudável, realizada profissionalmente e com vontade de viver. Até que em agosto de 2009 detetei algo...Maria, 49 anos, Mama, 2009Ler mais
Apoios & Parcerias