Voltar

Maria Eduarda Marinho da Cunha

37 anos Mama, 2012, Doente
Olá, o meu nome é Eduarda. No passado dia 9 de março 2012, foi-me diagnosticado cancro de mama. Após um “longo” tratamento de quimioterapia, longo porque foi bastante doloroso (fiz 8 sessões de quimioterapia), no passado dia 25 de setembro foi-me extraída a mama e os canais linfáticos do lado esquerdo. Apesar de não ter parado de trabalhar, fiquei em casa apenas nos dias que se emseguiram à cirurgia. Tenho tido períodos bastante complicados. Vivemos sozinhos (eu e o meu namorado) na Dinamarca, desde abril de 2008. É extremamente difícil, não só para mim mas também para a minha família, devido à distância. Não sei ainda o que vai acontecer, pois ainda estou longe do fim desta prova de vida, mas com isto quero deixar o meu testemunho que possa ajudar alguém que duvide de que, quando queremos e temos fé, tudo é possível ultrapassar. Força e que a saúde esteja de volta com todos vocês o mais rápido possível. Um beijo enorme e bem haja a todos aqueles que voluntariamente ajudam o próximo.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Tinha acabado de saber que a minha filha ia ser internada para fazer uma laparoscopia com vista a determinar as causas da infertilidade com que lutava há...helena santos, 56 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Tinha 42 anos, um marido maravilhoso, dois filhos lindos de 17 e 12 anos, família e amigos e nada me fazia desconfiar do que estava para vir. Fui fazer...Maria Soares, 43 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Olá, sou a Vânia e espero que com o meu testemunho possa ajudar algumas pessoas! Numa manhã, quando me espreguiçava ao sair da cama encontrei um papinho...VANIA FERREIRA, 28 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Olá a todos! Não é fácil para mim ainda hoje falar nesta maldita doença. Mas tenho a dizer que a medicina e os Hospitais...Anónimo, 46 anos, Mama, 2010Ler mais
  • E um dia tudo muda... Estudava para um teste de psicologia quando a minha mãe entrou em casa de olhos baixos, era qualquer coisa, não sabia bem, vieram as...Sandra Jorge, 34 anos, Mama, 1995Ler mais
  • Caiu uma bomba! Não sei exatamente o dia, sei que era um sábado antes do dia do Pai! Primeiro neguei até conseguir uma confirmação do que vinha no...Joana, 38 anos, Mama, 2015Ler mais
Apoios & Parcerias