Voltar

Maria Góis

38 anos Pulmão, 2010, Doente
A 9 de março de 2010 foi-me comunicado que sofria de uma neoplasia do pulmão - carcinoma de pequenas células, estadio IV, metastizado na pele, inoperável. Iniciei ciclo de quimioterapia a 12 de março e foi terrível. Os sintomas... houve dias (poucos) em que queria que tudo terminasse. Mas nós vamos buscar forças não sei bem onde e hoje a doença está controlada. Mensalmente faço quimioterapia oral como prevenção. Aprendo todos os dias a viver com o cancro. Aprendo que é possível conviver com ele. Um dia de cada vez, semana após semana. Lamento ter sido “obrigada” a desistir de trabalhar, lamento não poder vir a ter filhos, lamento acima de tudo ter feito as pessoas que amo passarem por isto. Mas sem elas não teria conseguido chegar aqui, nem teria a atitude e a força necessária para enfrentar cada dia com a certeza de que não será o último. Amanhã faz 1 ano e continuo aqui. Força a todos os que estão a passar por semelhante situação e aos seus familiares e amigos. Não é uma luta individual. Precisamos de todos. Força.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Foi nos princípios de 2011 que fiz um TAC abdominal porque tenho diabetes, para ver como estavam os rins e outros órgãos. Foi com surpresa que apareceu a...José Alves, 67 anos, Pulmão, 2011Ler mais
  • Estive hesitante em deixar o meu testemunho, mas assim poderei dar força e coragem a outras pessoas.Foi diagnosticado cancro do pulmão ao meu marido,...Ana Marques, 32 anos, Pulmão, 2014Ler mais
  • A 5 de setembro fui diagnosticada com um adenocarcinoma pulmonar. Poucos dias depois, no IPO, informaram-me que era já numa fase avançada e inoperável....Cristina Alves, 48 anos, Pulmão, 2012Ler mais
  • Este foi o meu segundo cancro pois em 2008 fui operada ao colo do útero. Realizei quimioterapia, radioterapia e braquiterapia.Quando ouvi este...MARIA HENRIQUES, 69 anos, Pulmão, 2011Ler mais
  • Recomeçar não é mais que isso mesmo - voltar a começar. Voltar a começar algo que deixou de ter continuidade, que ficou perdido ou que deixou de fazer...Ana Antunes, 48 anos, Pulmão, 2006Ler mais
  • Passaram três anos desde que o meu marido partiu. Já vivi 1114 dias sem a sua presença física. Foram dias muito duros. Foram dias em que mostrei uma...Ana Antunes, 47 anos, Pulmão, 2006Ler mais
Apoios & Parcerias