Voltar

Maria José Teixeira Martins Mendonça

43 anos Mama, 2006, Doente
Boa noite. Tenho cancro de mama desde 2006, tinha apenas 38 anos, tendo feito cirurgia, quimioterapia e radioterapia durante os anos de 2006 e 2007. Devido a esvaziamento axilar também tenho um edema linfático no braço direito. Em 2009, tive uma reincidência na mesma mama e no fígado, tendo-me sido diagnosticado nesta altura em estágio IV. Voltei a fazer quimioterapia durante dois anos, a qual me fez sofrer muito. Atualmente estou apenas a tomar hormonoterapia. A doença é para ficar, há muito tempo que percebi isso. Todavia consigo viver com isso. Estou sempre bem com a vida e com as outras pessoas. Nunca me revoltei, nunca fui negativa. Pelo contrário, sou extremamente bem disposta e transmito segurança e paz para mim e para a minha família (tenho 2 filhos e um marido maravilhosos). Desde que tenho cancro, fiz imensas coisas que não tinha tido tempo ou oportunidade de fazer: fui ao Louvre, fui para a Universidade (estou no último ano de Turismo), abri um Turismo Rural na Serra da Estrela. Quero dizer a todos os que possa inspirar: “é possível viver com cancro!" O mais importante é o querer... Arrumarmos a cabeça e pensarmos na doença apenas o suficiente, para cuidarmos dela.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Aos 32 anos, a vida sorri-nos todos os dias, principalmente quando temos um bebé a crescer dentro de nós, de repente perdemos esse bebé, por fatores...Marlene Duarte, 32 anos, Mama, 2010Ler mais
  • Foi precisamente há 4 anos que foi diagnosticado cancro da mama na minha mãe. Quando soube nem queria acreditar, o meu coração caiu, senti um enorme...Carmen Iglesias, 22 anos, MamaLer mais
  • A minha avó partiu a 14 de março deste ano com 84 anos. Foi-lhe diagnosticado um cancro da mama. Um cancro feroz, atípico para a idade dela. Fez uma...Andreia, 27 anos, Mama, 2009Ler mais
  • Eu descobri que tinha um nódulo com características suspeitas na mama em novembro de 2006, tinha 25 anos. Na altura guardei segredo, porque...Mara Borges, 38 anos, Mama, 2007Ler mais
  • Tudo começou com o auto exame, numa manhã de junho quando tinha 45 anos.Detetei um caroço na axila esquerda. De imediato fui ao meu médico, pois...Maria Silva, 59 anos, Mama, 1999Ler mais
  • “Há coisas que se podem escrever quando já não dói ...”Não há datas mágicas, mas já lá vão cinco anos.No dia 18 de janeiro de 2006, ouvi a...Graça Luzia, 49 anos, Mama, 2005Ler mais
Apoios & Parcerias