Voltar

MARIA MANUELA OLIVEIRA HENRIQUES

69 anos Pulmão, 2011, Doente
Este foi o meu segundo cancro pois em 2008 fui operada ao colo do útero. Realizei quimioterapia, radioterapia e braquiterapia.Quando ouvi este diagnóstico de cancro do pulmão, passados 5 anos, tive um sentimento de revolta, desilusão com a vida e vontade de desistir. Depois achei que não o deveria fazer e avancei. Tirei o pulmão direito, fiz quimioterapia e radioterapia. Felizmente o IPO é um Hospital com profissionais de referência. Não tem sido fácil a recuperação. Nada fácil pois à mais pequena distração tenho logo uma infeção respiratória. Canso-me muito e sinto que não tenho muitas forças. Nada tem a ver com a idade pois sempre fui muito ativa. Sinto que a falta do pulmão foi minorar a minha qualidade de vida. Há dias que me apetece desistir mas depois penso que o cancro não me venceu da primeira, não me vencerá agora sem eu, pelo menos, lhe dar luta. Mas é uma doença muito marcante a todos os níveis. Abençoados os profissionais e voluntários. Merecem tudo!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Depois de ler vários testemunhos, achei por bem dar a conhecer o meu com o intuito de poder ajudar alguém dando-lhe força para superar cada dia que...Luis Bernardo, 56 anos, Pulmão, 2010Ler mais
  • Em junho de 2008 foi-me diagnosticado um cancro no pulmão, carcinoma de pequenas células em estado 3. Para mim, foi como o mundo fosse terminar porque nem...Arlindo, 46 anos, Pulmão, 2008Ler mais
  • Em 2006, a minha filha, então com 31 anos, teve linfoma de Hodgkin. Apareceu-lhe um gânglio no pescoço e, a princípio, pensava-se que seria cancro da...Branca santos, 56 anos, Pulmão, 2010Ler mais
  • Quando o meu marido me disse que tinha um tumor no pulmão senti o mundo a desabar. A vida continuava lá fora, da nossa casa, da nossa família, mas já...Ana Antunes, 46 anos, Pulmão, 2007Ler mais
  • Este ano civil está a terminar. Como foi doloroso viver cada um dos dias que passaram. Quando olho para trás, vejo que estando viva, quis deixar de...Ana Antunes, 48 anos, Pulmão, 2006Ler mais
  • Em Julho de 2012 sentia-me mais cansada e sem vontade de fazer nada. Atribui ao facto de ter sido um ano muito intenso de trabalho e mesmo as dores no ombro...Cristina Alves, 52 anos, Pulmão, 2012Ler mais
Apoios & Parcerias