Voltar

Mariana Isabel carvalho dos santos linharelhos

30 anos Tiróide, 2008, Doente
Olá a todos, foi-me diagnosticado um carcinoma papilar da tiroide em finais de 2008. Não tive sintomas, mas apareceu-me um nódulo no pescoço, fiz biopsia e fui operada em janeiro de 2009, com urgência, pois já tinha três nódulos com metásteses, como tal fiquei sem a tiroide. Em abril do mesmo ano fiz o primeiro tratamento com iodo-radioactivo. Confesso que me custou mais a notícia e de ter que estar fechada e afastada das pessoas do que o tratamento em si. Em julho de 2010 tive que repetir o tratamento porque tinha os indicadores tumorais elevados, felizmente fui recentemente a uma consulta e o médico diz que está tudo a ir bem. Eu queria dizer a todas as pessoas que passam por estas situações, de uma maneira ou de outra, que não é fácil ter este tipo de doenças, mas temos que ser fortes e ter esperança que um dia vamos vencer a doença, e relembrar que o apoio de quem gosta de nós também é muito importante. Com um grande voto de esperança me despeço e as melhoras para todos.
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em meados de 2009 apercebi-me de uma “massa” na região do pescoço. Desde logo estranhei a sua presença... Além disso sou profissional de saúde....Susete, 27 anos, Tiróide, 2009Ler mais
  • Tenho 24 anos e no passado mês de outubro de 2010 foi-me diagnosticado um cancro na tiroide... Precisamente a 1 mês do meu casamento! Nesse momento fiquei...Joana, 24 anos, Tiróide, 2010Ler mais
  • Era saudável. Praticava exercício físico, fazia uma excelente alimentação, e tinha deixado de fumar há 3...Catarina, 34 anos, Tiróide, 2015Ler mais
  • Em 2002, foi-me detetado um nódulo na tiroide. Fui a uma consulta de um bom cirurgião, que aconselhou a remoção do nódulo imediatamente. Na primeira...Ana Moço, 33 anos, Tiróide, 2002Ler mais
  • Não sei por onde começar pois a minha história tem um começo, um meio mas ainda não tem um fim. Resolvi escrever para que possa servir de exemplo a...Cristiana ferreira, 27 anos, Tiróide, 2013Ler mais
  • Foi no ano de 2011. Arrasou a minha vida, fui com ela ao médico depois de uma biópsia, então pensei: "não há-de ser nada, vai correr tudo bem". Mas...PAULA PAIS, 44 anos, Tiróide, 2011Ler mais
Apoios & Parcerias