Voltar

Marta

22 anos Colo do Útero, 2009, Doente
Com a minha idade, estive muito em dúvida se haveria ou não de deixar um testemunho. Por nenhum outro motivo que não o de muitas das pessoas que me rodeiam ou que estão a entrar na minha vida não saberem o que passei. Como devem imaginar, aos 22 anos a vida mal começou, acordamos há pouco tempo para ela, a maior parte ainda está a despertar! Eu acho que aquele “wake up call” me foi dado desde cedo... Uma semana antes de fazer 18 anos, faleceu um amigo meu com cancro testicular. Será escusado dizer que depois de aparecer no velório, faltou a coragem de aparecer no funeral. Hoje desejava ter tido essa força... Mas sei que me despedi! Pouco depois de fazer 18, se não me engano, o namorado de uma amiga foi diagnosticado com leucemia... Na verdade, tal como muitas doenças, esta não escolhe idades, estratos sociais, estatutos... Nem por cunhas vamos lá! E, mesmo com o passar muito perto, pensei que acontecesse só aos outros! Aos 20 anos fui a uma consulta de ginecologia de rotina, primeiro exame Papanicolau da minha vida, fator de risco - ser mulher! A minha vida mudou nesse momento... o papanicolau veio com alterações não especificadas. A médica com o meu historial clínico achou que não seria nada, fez o exame recomendado e o meu anjinho da guarda deu o toque. A médica, apesar de não achar necessário mandou fazer biópsia de uma zona do colo do útero e o exame de HPV pois achou que a alteração do papanicolau viria dele. Quando abri a biópsia... o mundo parou, o chão fugiu-me, senti-me sem ar... diagnóstico - carcinoma. Mas no meio de todo o azar, Deus foi grande e foi-me diagnosticado CIN I... Carcinoma do colo uterino in situ. Isto só mostra o quanto um exame de rotina nos muda a vida, mas doeu! A médica conseguiu retirar tudo e conseguiu dar-me a alegria de poder ainda pensar em ter filhos. Não passei por quimioterapia ou radioterapia, sei que sei apenas a dor do diagnóstico e o quanto nos limita. Mas somos capazes... E apesar de a menina ter virado mulher à força... que força da Natureza ela carrega! Sejam fortes... Lutem... E se o vosso corpo vos dá algum sinal... Tirem esse medo! Se for cedo, tudo corre um pouco melhor!
Voltar

Outros Testemunhos

  • Com 18 anos foi-me diagnosticado um carcinoma de células claras no colo do útero. Uma espécie rara de tumor, que faz com que eu acumule as células...Elisabete Carvalho, 19 anos, Colo do Útero, 2010Ler mais
  • O meu nome é Susana e tenho 28 anos. Há 9 anos atrás, foi detetado à minha mãe cancro do colo do útero, através de um exame de rotina (…). Alerto...Susana Nogueira, 28 anos, Colo do Útero, 2004Ler mais
  • Em março de 1985 estava um pouco magra e tinha tido uma hemorragia um pouco estranha. Contactei a minha médica ginecologista, que me acompanhava na...Maria Mendes, 63 anos, Colo do Útero, 1985Ler mais
  • Não posso deixar de dizer algo que pode não ser tão breve, mas que cada linha dê mais força a todos os que a leem que a anterior! Já vivi um carcinoma...Rosi Gomes, 47 anos, Colo do ÚteroLer mais
  • Olá, chamo-me Andreia e a história que vos vou contar felizmente teve e tem um "final feliz". Tudo começou em 2002, tinha eu 8 anos quando descobri que...Andreia Monteiro, 21 anos, Colo do Útero, 2002Ler mais
  • Há 19 anos que não fazia a citologia. Numa altura da minha vida, depois de ter passado por um divórcio difícil e querer ter a minha vida organizada, fui...Cristina Machado, 48 anos, Colo do Útero, 2014Ler mais
Apoios & Parcerias