Voltar

Paulo Félix

34 anos Estômago, 2011, Familiar
Infelizmente, ao meu querido pai foi-lhe diagnosticado esta doença no estômago em meados de março de 2011. De imediato foi acompanhado pelo IPO, onde foi submetido a intervenção cirúrgica em maio... Mas o cancro já se encontrava num estado muito avançado, foi uma doença silenciosa e galopante acabando o meu pai por partir em agosto... Sempre lúcido do que se passava à sua volta, demos-lhe sempre, mas sempre, o melhor de tudo: atenção, dedicação, carinho e amor... Ao IPO e à Liga Portuguesa Contra o Cancro, só tenho a agradecer pelo excelente profissionalismo demonstrado para com o meu pai e outros doentes... Nos tempos de hoje, só não ajudo mais porque atravessamos uma fase difícil nas nossas vidas... Mas a todos o meu bem haja...
Voltar

Outros Testemunhos

  • Em junho de 1998 foi diagnosticado ao meu pai cancro no estômago. Quando soubemos do diagnóstico foi como se o mundo estivesse a desabar sobre nós......sonia ramos, 33 anos, Estômago, 1998Ler mais
  • Janeiro de 2015. A minha mãe já não andava bem há algum tempo, mas disfarçava os sintomas. Odiava médicos,...Tânia, 38 anos, Estômago, 2015Ler mais
  • Na minha família (fora do núcleo de pais, irmãos, sobrinhos) tivemos alguns casos de cancro, sempre vistos a uma distância...Cláudia, 26 anos, Estômago, 2015Ler mais
  • Fui operada no dia 4-4-2008, fiz uma gastrectomia devido à agressividade de um carcinoma no estômago, que me foi retirado por completo! Hoje, passados 3...Vera Ideia, 42 anos, Estômago, 2008Ler mais
  • No mês de dezembro de 2004 o meu pai, que desde as férias de verão estava a emagrecer bastante, ouviu do médico o diagnóstico - Adenocarcinoma...Isabel, 55 anos, Estômago, 2004Ler mais
  • Eu sei que não passei pela dor de ter cancro mas e aqueles que assistem à dor daqueles que têm cancro? Eu não estou a dizer que isso é pior... Mas...Cláudia, 14 anos, Estômago, 2007Ler mais
Apoios & Parcerias